Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Expansão da OTAN na Europa é uma 'relíquia da Guerra Fria', diz Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse em entrevista à imprensa sérvia publicada nesta quarta-feira (horário local) que a Rússia não quer uma nova corrida armamentista.
Sputnik

"Não vamos fechar os olhos ao desdobramento de mísseis de cruzeiro dos EUA [na Europa] e sua ameaça direta à nossa segurança. Teremos que tomar medidas eficazes de retaliação. Mas como país responsável e sensato, a Rússia não está interessada em uma nova corrida armamentista", afirmou.


Segundo o presidente russo, Moscou enviou em dezembro a Washington algumas propostas sobre a manutenção do Tratado INF. Além disso, Putin destacou que a Rússia está pronta para um diálogo sério com os Estados Unidos sobre toda a agenda estratégica.

No entanto, os Estados Unidos parecem ter uma política de "desmantelamento" em relação ao controle global de armas, acrescentou o presidente russo.

Durante a entrevista aos meios de comunicação sérvios, Putin também instou os parceiros ocidentais a estabelecer um …

Destróier Cole será 'modernizado' por até US$ 100 milhões nos EUA

A Marinha dos EUA emitiu um contrato de mais de US$ 36 milhões para a modernização do Destróier de mísseis guiados Cole, informou a BAE Systems em um comunicado à imprensa nesta quarta-feira (6).


Sputnik

"A BAE Systems recebeu um contrato de US$ 36,6 milhões da Marinha dos EUA para modernizar o destróier de mísseis guiados USS [United States Ship] Cole", disse o comunicado. "O Cole passará por um ano de trabalho extenso no estaleiro da empresa em Norfolk Virginia", acrescenta.

USS Cole
USS Cole © flickr.com/ U.S. Department of Defense

A BAE Systems explicou que seus funcionários e subcontratados irão ancorar a embarcação de 153,9 metros de comprimento e realizar atualizações e reparos em seus cascos e sistemas de engenharia. O trabalho afetará quase todos os espaços a bordo da embarcação.

O contrato inclui opções que, se exercidas, elevariam o valor acumulado a US$ 96,7 milhões, informou a BAE Systems.

O trabalho no programa de modernização deve começar em julho e ser concluído um ano depois, em julho de 2019, de acordo com o comunicado.

Em 12 de outubro de 2000, o Cole foi seriamente danificado por um bombardeio terrorista enquanto era reabastecido no porto de Aden, no Iêmen.

Na ocasião, 16 marinheiros estadunidenses foram mortos e 39 ficaram feridos no ataque mais violento contra um navio da Marinha dos Estados Unidos desde 1987. A organização terrorista Al Qaeda reivindicou a responsabilidade pelo ataque.
Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas