Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Donald Trump para o G7: 'Crimeia é parte da Rússia porque todo mundo fala russo'

De acordo com o Buzzfeed, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse aos líderes do G7 que a Crimeia pertence à Rússia porque os moradores da península falam russo.


Sputnik

Durante um jantar do G7 em 8 de junho, Trump também teria chamado a Ucrânia de um dos países mais corruptos do mundo e questionou por que os líderes do Grupo dos Sete apoiam o país, reportou o Buzzfeed, citando duas fontes diplomáticas.

O presidente dos EUA, Donald Trump, na Cúpula do G7 em La Malbaie, Canadá, em 8 de junho de 2018.
Donald Trump © AFP 2018 / IAN LANGSTON

Não ficou claro se Trump estava brincando ou sinalizando uma mudança na política de governo dos EUA, disse o site, acrescentando que a Casa Branca não respondeu ao pedido de comentários.

Na semana passada, antes de partir para o Canadá, Trump disse aos repórteres que seria bom readmitir a Rússia ao G7. Ele repetiu essa posição mais tarde em uma entrevista à Fox News após a cúpula.

Os líderes das principais economias avançadas do G7 — Estados Unidos, Alemanha, Japão, Reino Unido, França, Itália e Canadá — se reuniram em Quebec para uma cúpula anual de dois dias em 8 e 9 de junho. O grupo costumava ser chamado de G8 antes de a adesão da Rússia ser suspensa em 2014, após a eclosão da crise ucraniana.

A Crimeia separou-se da Ucrânia e voltou à Rússia na primavera de 2014, quando mais de 97% dos residentes da península votaram a favor da reunificação em um referendo.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas