Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Brasil comemora 20 anos do fim do conflito entre Peru e Equador

O Brasil irá comemorar nesta terça-feira os 20 anos do fim dos conflitos na fronteira entre Peru e Equador, que se prolongaram por quase 170 anos e que causaram várias guerras, tensões e enfrentamentos entre ambos os países.
EFE

Brasília - O Acordo Global e Definitivo de Paz entre Equador e Peru foi assinado em 26 de outubro de 1998 em Brasília, que voltará a ser palco de um encontro entre representantes dessas duas nações, mas agora para reafirmar "o valor e a eficácia da diplomacia e da solução pacífica de controvérsias", diz o comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

A cerimônia contará com a participação do equatoriano José Ayala Lasso e do peruano Fernando de Trazegnies Granda, que eram os chanceleres de seus países na ocasião da assinatura e tiveram participação ativa nas negociações, e será presidido pelo ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes.

Segundo a nota oficial, a comemoração "também evidencia, uma vez mais, a capacidade regional de responder e…

Donald Trump para o G7: 'Crimeia é parte da Rússia porque todo mundo fala russo'

De acordo com o Buzzfeed, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse aos líderes do G7 que a Crimeia pertence à Rússia porque os moradores da península falam russo.


Sputnik

Durante um jantar do G7 em 8 de junho, Trump também teria chamado a Ucrânia de um dos países mais corruptos do mundo e questionou por que os líderes do Grupo dos Sete apoiam o país, reportou o Buzzfeed, citando duas fontes diplomáticas.

O presidente dos EUA, Donald Trump, na Cúpula do G7 em La Malbaie, Canadá, em 8 de junho de 2018.
Donald Trump © AFP 2018 / IAN LANGSTON

Não ficou claro se Trump estava brincando ou sinalizando uma mudança na política de governo dos EUA, disse o site, acrescentando que a Casa Branca não respondeu ao pedido de comentários.

Na semana passada, antes de partir para o Canadá, Trump disse aos repórteres que seria bom readmitir a Rússia ao G7. Ele repetiu essa posição mais tarde em uma entrevista à Fox News após a cúpula.

Os líderes das principais economias avançadas do G7 — Estados Unidos, Alemanha, Japão, Reino Unido, França, Itália e Canadá — se reuniram em Quebec para uma cúpula anual de dois dias em 8 e 9 de junho. O grupo costumava ser chamado de G8 antes de a adesão da Rússia ser suspensa em 2014, após a eclosão da crise ucraniana.

A Crimeia separou-se da Ucrânia e voltou à Rússia na primavera de 2014, quando mais de 97% dos residentes da península votaram a favor da reunificação em um referendo.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas