Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Erdogan: Turquia usará sistemas de defesa aérea S-400 russos se for necessário

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que Ancara usará os sistemas de defesa aérea S-400 comprados da Rússia, se assim for necessário.


Sputnik

"Nós os compramos [sistemas S-400] e não foi para armazená-los em depósitos. Serão usados apropriadamente se assim for necessário. E o que devemos fazer com esses sistemas defensivos se não usá-los? Para confiar novamente na misericórdia dos Estados Unidos?", disse Erdogan para a emissora TGRT.

Os sistemas S-400
S-400 Triumph russos © Sputnik / Alexander Vilf

Em dezembro de 2017, a Rússia e a Turquia assinaram um contrato para fornecimento de sistemas de defesa aérea S-400 para Ancara. Duas baterias S-400 serão operadas e mantidas pelos militares turcos, de acordo com a secretaria turca da indústria de defesa. Em abril, o diretor-geral da Estatal russa de exportação de armas, Rosoboronexport, disse que a Rússia começou a fabricar sistemas S-400 para a Turquia.

O acordo provocou desentendimentos entre Ancara e Washington. EUA ameaçaram impor sanções contra a Turquia, pois acreditam que a arma é incompatível com as defesas da OTAN.

Em meados de abril, o subsecretário de Estado para Assuntos Europeus e da Eurásia, Wess Mitchell, disse que a aquisição dos sistemas de de defesa aérea S-400 da Rússia por Ancara poderia afetar negativamente a entrega de caças F-35 de quinta geração para a Turquia. O ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu, respondeu dizendo que Ancara tomaria medidas de retaliação contra Washington se bloqueasse a entrega das aeronaves.

Comentários

Postagens mais visitadas