Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Chefe da ONU diz que é essencial evitar escalada de tensões no Irã

O chefe da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, alertou neste domingo que é essencial evitar “qualquer forma de escalada” das tensões no Golfo, em meio a temores de um conflito após a derrubada de um drone norte-americano pelo Irã na semana passada.
Por Catarina Demony | Reuters

LISBOA (Reuters) - “O mundo não pode permitir um grande confronto no Golfo”, disse Guterres, nos bastidores da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, em Lisboa . “Todos devem manter nervos de aço.”

Na quinta-feira, um míssil iraniano destruiu um drone de vigilância dos EUA, em um incidente que o governo norte-americano disse que aconteceu no espaço aéreo internacional.

Trump disse mais tarde que ordenou o cancelamento de um ataque militar em retaliação pela ação que poderia ter resultado em 150 mortes.

Teerã repetiu no sábado que o drone foi abatido sobre seu território e disse que responderia com firmeza a qualquer ameaça dos EUA.

Os comentários de Guterres vêm um dia depois…

Estes submarinos são um 'pesadelo para EUA', indica mídia chinesa

A mídia chinesa qualificou os submarinos russos do projeto 955 Borei como um "pesadelo" para os EUA. O portal Ifeng.com recordou os lançamentos com êxito de uma salva de quatro mísseis balísticos Bulava, cuja potência equivale a uma explosão de 160 bombas nucleares.


Sputnik

De acordo com analistas chineses, este lançamento foi a resposta da Rússia ao crescimento da presença militar dos EUA na Europa do Leste.

Submarino nuclear russo de classe Borei (foto de arquivo)
Submarino russo da Classe Borei © Sputnik / Sevmash

A edição destacou as características avançadas dos submarinos Borei: seu comprimento atinge 170 metros e o deslocamento supera 20 mil toneladas.

Além disso, são completamente silenciosos, o que torna sua detecção uma tarefa extremamente difícil. O portal chinês ressaltou que os submarinos russos superam consideravelmente os norte-americanos da classe Ohio.

Além do mais, cada um destes submarinos russos é dotado de uma arma terrível – os 16 mísseis balísticos intercontinentais R-30 Bulava. A parte dianteira do submarino contém 12 tubos de torpedos que podem ser usados para efetuar lançamentos de torpedos e de mísseis antinavio.

A edição acrescentou também que o submarino russo possui um considerável poder de fogo contra navios.

Os analistas chineses enfatizaram as características do míssil Bulava. Segundo eles, o míssil é a versão naval do Topol-M. Cada míssil é capaz de portar de 6 a 10 ogivas que possuem uma alta capacidade de destruição, podendo superar a defesa antiaérea do adversário.

A trajetória imprevisível de voo torna o míssil praticamente invulnerável.

O portal chinês concluiu que todas as características acima mencionadas fazem com que os novos submarinos russos sejam os mais temíveis em todo o mundo.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas