Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Exército russo terá em breve módulo robotizado de alta precisão (VÍDEO)

A poderosa arma de controle remoto possui enorme precisão e pode ser instalada em qualquer veículo moderno, seja terrestre ou naval.


Sputnik

A empresa fabricante de tanques russa UVZ (UralVagonZavod) publicou um vídeo sobre o projeto do módulo de combate robotizado Baikal.


Módulo roborizado de alta precisão AU-220M, conhecido como Baikal
Módulo robotizado russo AU-220M | CC BY-SA 4.0 / Wikipedia

O módulo é também designado como AU-220M e foi apresentado em 2015.

Consiste em uma torre de controle remoto equipada com um moderno canhão de 57 milímetros com vários tipos de munições, incluindo guiadas, e uma metralhadora de 7,62 milímetros de calibre.

A principal peculiaridade é o controle remoto da torre. A tripulação do blindado não precisa estar presente na torre (o alvo mais provável de ataques), sendo o controle dos armamentos efetuado a partir da parte interior protegida e até mesmo de fora do veículo.

Além disso, o novo módulo possui sofisticados sistemas de estabilização e pontaria, o que permite disparar com alta precisão em quaisquer condições climáticas, mesmo à noite ou em pleno andamento.

O módulo AU-220M será apto a instalar em todos os futuros veículos blindados russos, seja a plataforma Armata, Kurganets-25 ou Boomerang, além do próprio BMP-3 e do BMPT Terminator.

Também é possível instalar o sistema em navios de guerra e até em navios militares pesados.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas