Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por meio do Egito, Hamas pede a Israel que cesse fogo na Faixa de Gaza

O movimento Hamas pediu a Israel que cesse fogo por meio da mediação egípcia e prometeu interromper os confrontos na fronteira como parte do acordo, disse uma fonte política israelense à Sputnik.
Sputnik

"O Hamas teve um grande golpe ontem e o movimento pediu um cessar-fogo através do Egito, prometendo interromper o 'terror incendiário e nas cercas fronteiriças'", disse a fonte.

Segundo a mesma pessoa, Israel considera o Egito como fiador da implementação do cessar-fogo.

"Os egípcios são os garantidores nesta questão, mas em qualquer caso, o desenvolvimento da situação dependerá de ações reais. Se o Hamas violar o cessar-fogo, pagará um preço ainda maior", acrescentou a fonte.

Esses arranjos foram alcançados após bombardeios maciços das instalações do Hamas no enclave, que se seguiram ao assassinato de um soldado israelense na sexta-feira.

Este foi o segundo cessar-fogo entre Israel e o Hamas, coordenado pelo Egito nas últimas duas semanas. No último sábado, a Fo…

Exército sírio progride em ofensiva antiterrorista no sul do país

Com potente fogo de artilharia, o Exército sírio conseguiu hoje maiores avanços em sua luta contra grupos terroristas em territórios da capital da província de Deraa, no sul deste país árabe.


Prensa Latina
Damasco - De acordo com uma fonte miliar, unidades da Quarta divisão das tropas governamentais dispararam mais de 40 mísseis de seus lançadores Golã 1000, contra posições das formações extremistas Harar Tharir al-Sham e o Exército sírio Livre.

Resultado de imagem para exercito sirio
Militares sírios | Reprodução

Nas operações contra concentrações e esconderijos de radicais, as tropas causaram a morte de dezenas de extremistas e destruíram vários veículos equipados com metralhadoras e plataformas de lançamento de foguetes.

A forte ofensiva teve como protagonistas principais a Quarta Divisão, a Guarda Republicana e as denominadas Forças Tigre, estas últimas empreendidas no campo nordeste de Deraa, difundiu a publicação Al-Masdar News.

Nesta campanha no sul da Síria também tomou parte a aviação de combate da Rússia, que lançou neste fim de semana dezenas de bombardeios contra as posições das brigadas de terroristas em Deraa.

Anteriormente, forças governamentais sírias libertaram sete povoados na zona de Lajat, nos limites administrativos das províncias de Deraa e Sweida, no sul do país.

Entre os povoados libertados encontram-se Mleha Gharbieh e Buser Harir, outrora considerados feudos dos grupos extremistas.

Segundo difundiu o portal sírio Muraselon, que cita as fontes militares, o exército conseguiu esse importante êxito em Lajat, nordeste de Deraa, mediante fortes bombardeios com artilharia e a aviação.

Além dos combates em Deraa (sudoeste), nas últimas horas registraram-se combates armados entre as tropas leais a Damasco e agrupamentos radicais no norte da central província de Hama, localizada a 210 quilômetros ao norte de Damasco.

Depois que os extremistas atacaram postos militares na aldeia de Ziblin, os efetivos das tropas regulares e forças populares aliadas responderam à investida com bombardeios que destruíram veículos blindados, dotados de metralhadoras pesadas, difundiu a Agência de Notícias Sana.

Uma vez que termine a atual campanha militar no sul deste país árabe, as ações bélicas do exército poderão se realizar em zonas nortenhas como Idlib, onde se concentram vários agrupamentos terroristas, entre eles, a Frente al-Nusra.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas