Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

Exército sírio progride em ofensiva antiterrorista no sul do país

Com potente fogo de artilharia, o Exército sírio conseguiu hoje maiores avanços em sua luta contra grupos terroristas em territórios da capital da província de Deraa, no sul deste país árabe.


Prensa Latina
Damasco - De acordo com uma fonte miliar, unidades da Quarta divisão das tropas governamentais dispararam mais de 40 mísseis de seus lançadores Golã 1000, contra posições das formações extremistas Harar Tharir al-Sham e o Exército sírio Livre.

Resultado de imagem para exercito sirio
Militares sírios | Reprodução

Nas operações contra concentrações e esconderijos de radicais, as tropas causaram a morte de dezenas de extremistas e destruíram vários veículos equipados com metralhadoras e plataformas de lançamento de foguetes.

A forte ofensiva teve como protagonistas principais a Quarta Divisão, a Guarda Republicana e as denominadas Forças Tigre, estas últimas empreendidas no campo nordeste de Deraa, difundiu a publicação Al-Masdar News.

Nesta campanha no sul da Síria também tomou parte a aviação de combate da Rússia, que lançou neste fim de semana dezenas de bombardeios contra as posições das brigadas de terroristas em Deraa.

Anteriormente, forças governamentais sírias libertaram sete povoados na zona de Lajat, nos limites administrativos das províncias de Deraa e Sweida, no sul do país.

Entre os povoados libertados encontram-se Mleha Gharbieh e Buser Harir, outrora considerados feudos dos grupos extremistas.

Segundo difundiu o portal sírio Muraselon, que cita as fontes militares, o exército conseguiu esse importante êxito em Lajat, nordeste de Deraa, mediante fortes bombardeios com artilharia e a aviação.

Além dos combates em Deraa (sudoeste), nas últimas horas registraram-se combates armados entre as tropas leais a Damasco e agrupamentos radicais no norte da central província de Hama, localizada a 210 quilômetros ao norte de Damasco.

Depois que os extremistas atacaram postos militares na aldeia de Ziblin, os efetivos das tropas regulares e forças populares aliadas responderam à investida com bombardeios que destruíram veículos blindados, dotados de metralhadoras pesadas, difundiu a Agência de Notícias Sana.

Uma vez que termine a atual campanha militar no sul deste país árabe, as ações bélicas do exército poderão se realizar em zonas nortenhas como Idlib, onde se concentram vários agrupamentos terroristas, entre eles, a Frente al-Nusra.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas