Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

'Exterminador' de 3ª geração: reveladas capacidades do novo blindado russo

A Rússia anunciou o desenvolvimento da terceira geração do veículo de apoio a tanques Terminator (Exterminador). Representante da corporação estatal russa Rostec revelou as capacidades do novo veículo.


Sputnik

A fábrica russa de blindados Uralvagonzavod já começou a desenvolver o novo Terminator. Em particular, as características técnico-táticas serão melhoradas e o chassi modernizado.

Blindado antitanque Terminator-3
Terminator 3 © Sputnik / Mikhail Voskresensky

"O novo veículo poderá atingir todos os tipos de alvos: aéreos, terrestres, efetivos e equipamento inimigos", afirmou o diretor industrial do cluster Vooruzhenie (Armamento) da Rostec, Sergei Abramov.

Segundo ele, a versão atual, que começou a ser incorporada nas Forças Armadas, "é muito boa", mas, no futuro, também pode ser aperfeiçoada. Por exemplo, o veículo já em disposição dos militares tem uma tripulação de cinco homens, mas esta pode ser reduzida para três, detalhou Abramov, por meio de aumento da robotização do próprio veículo e seus armamentos.

Além disso, uma fonte no setor de defesa russo desvendou que o veículo de terceira geração receberá um projétil guiado que poderá combater drones.

"Um tal projétil pode mudar de trajetória em determinados limites, o que ajudará a combater alvos aéreos, incluindo drones. Isso aumentará significativamente a eficiência do veículo", sublinhou o interlocutor da Sputnik.

Também de acordo com a fonte, o novo Terminator será equipado com um canhão de 50 mm, em vez dos de 30 mm desenvolvidos ainda na URSS que equipam os veículos comprados atualmente pelo Ministério da Defesa.

Ainda é cedo para falar do nome do veículo de apoio a tanques de nova geração, acrescenta Abramov, mas, dependendo da decisão do Ministério da Defesa, este pode ser batizado Terminator-3.

A Uralvagonzavod criou a primeira versão do Terminator ainda em 2001. Em 2006, foi lançado o Terminator-2, mas apenas em 2011 o Ministério da Defesa russo e a empresa firmaram o acordo para seu fornecimento no exército. O primeiro país a comprar "Exterminador" russo foi o Cazaquistão m 2011.

O Exército russo deverá receber todos os veículos até início de 2019.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas