Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por meio do Egito, Hamas pede a Israel que cesse fogo na Faixa de Gaza

O movimento Hamas pediu a Israel que cesse fogo por meio da mediação egípcia e prometeu interromper os confrontos na fronteira como parte do acordo, disse uma fonte política israelense à Sputnik.
Sputnik

"O Hamas teve um grande golpe ontem e o movimento pediu um cessar-fogo através do Egito, prometendo interromper o 'terror incendiário e nas cercas fronteiriças'", disse a fonte.

Segundo a mesma pessoa, Israel considera o Egito como fiador da implementação do cessar-fogo.

"Os egípcios são os garantidores nesta questão, mas em qualquer caso, o desenvolvimento da situação dependerá de ações reais. Se o Hamas violar o cessar-fogo, pagará um preço ainda maior", acrescentou a fonte.

Esses arranjos foram alcançados após bombardeios maciços das instalações do Hamas no enclave, que se seguiram ao assassinato de um soldado israelense na sexta-feira.

Este foi o segundo cessar-fogo entre Israel e o Hamas, coordenado pelo Egito nas últimas duas semanas. No último sábado, a Fo…

Extremistas estariam preparando provocação contra Rússia na Síria

Moradores da província síria de Idlib comunicaram que os radicais da zona estão preparando uma provocação com a utilização de encenações, comunicou o Centro Russo de Reconciliação.


Sputnik

De acordo com as informações do centro, obtidas por comunicação telefônica, a provocação está sendo planejada por combatentes do grupo Frente Al-Nusra (proibido na Rússia e em vários outros países).

Consequências dos ataques aéreos na cidade síria de Idlib (foto de arquivo)
Idlib, Síria © REUTERS / Ammar Abdullah

Segundo relataram moradores locais, nesta sexta-feira (22), na província foram avistados operadores de uma agência de notícias do Oriente Médio.

"Junto com terroristas da Frente al-Nusta este grupo se envolveu em filmagem de encenações de evacuação de civis por combatentes […], bem como de 'recuperação' por terroristas de infraestruturas civis, alegadamente destruídas no resultado de ataques da aviação russa e síria", detalharam os militares russos.

Na qualidade de "provas", os radicais estariam planejando demonstrar casas, que na verdade foram destruídas durante os confrontos entre grupos terroristas.

Os moradores que comunicaram as informações se disseram estar receando que as encenações sejam amplamente difundidas na mídia ocidental, virando motivo para "novas acusações contra a Rússia", se lê no comunicado do centro russo.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas