Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

FAB celebra o Dia da Aviação de Busca e Salvamento

Aviação completa 51 anos de História


Poder Aéreo

A Ala 4, localizada em Santa Maria (RS), realizou, nesta terça-feira (26), a Cerimônia Militar alusiva ao Dia da Aviação de Busca e Salvamento. Presidida pelo Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Egito do Amaral, acompanhado do Comandante da Organização Militar, Coronel Aviador Élison Montagner, a solenidade contou com a presença de diversas autoridades civis e militares.

C295 SAR da Força Aérea Brasileira
C295 SAR da Força Aérea Brasileira

“Hoje, ao comemorarmos o Dia da Aviação de Busca e Salvamento, devemos exaltar o altruísmo e a coragem do Major Fávero, dos capitães Guaranys, Sérgio e Santos, e do Sargento Lins, alguns dos vários heróis que tomaram parte no resgate do FAB 2068, além da dedicação e do sacrifício de tantos outros homens e mulheres que integraram o Sistema SAR [Search And Rescue, em inglês, ou Busca e Salvamento] e, ao longo desses 51 anos de História, nunca mediram esforços em prol de vidas alheias”, ressaltou o Tenente-Brigadeiro Egito, na Ordem do Dia.

Durante a cerimônia, o Suboficial Roberto Emílio Tassinari foi homenageado por ter atingido 2.000 horas de voo como homem de resgate.

“Não me vejo como maior ou melhor que ninguém, mas sim como alguém que gosta do que faz e dedico o meu melhor para o sucesso de cada missão. Tenho compromisso com Deus em primeiro lugar e respeito pelos meus companheiros e chefes que sempre me apoiaram, além da minha família que foi o meu maior suporte nesses anos todos. Minha gratidão à Força Aérea Brasileira que me proporcionou tudo o que sou hoje”, destacou.

A solenidade foi encerrada com o desfile militar da Guarnição de Força Aérea de Santa Maria.

FONTE: Força Aérea Brasileira

Postar um comentário

Postagens mais visitadas