Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Chefe da ONU diz que é essencial evitar escalada de tensões no Irã

O chefe da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, alertou neste domingo que é essencial evitar “qualquer forma de escalada” das tensões no Golfo, em meio a temores de um conflito após a derrubada de um drone norte-americano pelo Irã na semana passada.
Por Catarina Demony | Reuters

LISBOA (Reuters) - “O mundo não pode permitir um grande confronto no Golfo”, disse Guterres, nos bastidores da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, em Lisboa . “Todos devem manter nervos de aço.”

Na quinta-feira, um míssil iraniano destruiu um drone de vigilância dos EUA, em um incidente que o governo norte-americano disse que aconteceu no espaço aéreo internacional.

Trump disse mais tarde que ordenou o cancelamento de um ataque militar em retaliação pela ação que poderia ter resultado em 150 mortes.

Teerã repetiu no sábado que o drone foi abatido sobre seu território e disse que responderia com firmeza a qualquer ameaça dos EUA.

Os comentários de Guterres vêm um dia depois…

Forças de oposição se juntam ao exército sírio para combater terroristas

De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, os rebeldes das unidades do Exército Livre da Síria (FSA, na sigla em inglês), se juntaram às forças governamentais em 11 povoados no sul do país para combater os militantes do Daesh e Frente al-Nusra (organizações terroristas proibidas na Rússia).


Sputnik

O ministério revelou que, nas últimas 24 horas, dez áreas no sul da Síria passaram voluntariamente para o controle do governo sírio.

Militantes rebeldes da oposição síria
Terroristas sírios © REUTERS / Ammar Abdullah

A declaração veio um dia depois de o exército sírio e das unidades do FSA terem repelido em conjunto um ataque de mais de mil terroristas da Frente al-Nusra na zona de desescalada no sul da Síria.

Nota-se que até ao início da noite de sábado (23), 11 povoados da zona de desescalada do sul, que estavam sob o controle do FSA, passaram totalmente a ser controlados por Damasco.

O comunicado do Ministério da Defesa russo adiciona que o Centro Russo de Reconciliação organizou o fornecimento de ajuda humanitária e de produtos de primeira necessidade aos civis das áreas libertadas no sul da Síria.

Atualmente, o exército sírio está levando a cabo uma operação antiterrorista na zona de desescalada no sul do país, em particular nas províncias de Daraa e Quneitra.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas