Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Forças de oposição se juntam ao exército sírio para combater terroristas

De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, os rebeldes das unidades do Exército Livre da Síria (FSA, na sigla em inglês), se juntaram às forças governamentais em 11 povoados no sul do país para combater os militantes do Daesh e Frente al-Nusra (organizações terroristas proibidas na Rússia).


Sputnik

O ministério revelou que, nas últimas 24 horas, dez áreas no sul da Síria passaram voluntariamente para o controle do governo sírio.

Militantes rebeldes da oposição síria
Terroristas sírios © REUTERS / Ammar Abdullah

A declaração veio um dia depois de o exército sírio e das unidades do FSA terem repelido em conjunto um ataque de mais de mil terroristas da Frente al-Nusra na zona de desescalada no sul da Síria.

Nota-se que até ao início da noite de sábado (23), 11 povoados da zona de desescalada do sul, que estavam sob o controle do FSA, passaram totalmente a ser controlados por Damasco.

O comunicado do Ministério da Defesa russo adiciona que o Centro Russo de Reconciliação organizou o fornecimento de ajuda humanitária e de produtos de primeira necessidade aos civis das áreas libertadas no sul da Síria.

Atualmente, o exército sírio está levando a cabo uma operação antiterrorista na zona de desescalada no sul do país, em particular nas províncias de Daraa e Quneitra.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas