Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Irã rejeita supostos relatos de negociação com Israel

Secretario de Supremo Conselho de segurança Nacional do Irã rejeitou veementemente os supostos relatos da mídia que alegavam que a República Islâmica havia negociado com o regime sionista de Israel.


Pars Today

Esses tipos de rumores infundados são tentativas fracassadas de legitimar o regime sionista e enfraquecer o desejo da corrente de resistência contra Israel, afirmou Ali Shamkhani.

Irã rejeita supostos relatos de negociação com Israel
Ali Shamkhani | Reprodução

A autoridade iraniana disse que o suposto relato da mídia é uma reação à derrota dos terroristas Takfiri na região.

Ele disse que não se pode impedir o regime sionista agressivo e expansionista por meio de concessões.

“Um muçulmano devoto não entra em negociações com os sionistas”, observou Shamkhani.

Mais cedo, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Bahram Qassemi, descartou qualquer negociação indireta com o regime sionista de Israel na Jordânia.

Não houve negociações indiretas entre o Irã e o regime sionista na Jordânia, disse ele, ressaltando que tais notícias fabricadas são totalmente infundadas.

No meio da traição de alguns países árabes à causa palestina e pisoteada os direitos legítimos da Resistência, a fabricação de notícias sem fundamento atribuídas aos círculos árabe-hebraicos é desviar a opinião pública mundial dos recentes crimes e atrocidades do regime sionista.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas