Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Irmão caçula do Pantsir russo: conheça o Terminator sérvio

Há muito tempo o exército sérvio está tentando criar seu próprio sistema autopropulsado de defesa antiaérea.


Sputnik

Devido a problemas financeiros e técnicos, primeiro o país tentou modernizar o sistema obsoleto herdado ainda da época checoslovaca, Praga M53/59 Jesterka. Militares tencionaram dotá-lo com mísseis aéreos R-60. Contudo, o veículo não chegou a ser operacional, servindo somente para testes. 

PASARS-16 Terminator | Reprodução

O sistema de defesa antiaérea PASARS-16 sérvio (Terminator), demonstrado pela primeira vez em outubro de 2016, parece mais promissor, assinalou a edição russa Rossiyskoe Oruzhie.

O veículo de combate se difere por sua alta transitabilidade. A potência do motor atinge 280 cavalos, uma vez que a transmissão do sistema é mecânico. O Terminator possui mecanismo de bombeamento dos pneus automático.

Vale destacar também a cabine blindada e a torre com armamento do veículo. Engenheiros sérvios deram muita atenção também à defesa antimina.

​O sistema é equipado com um canhão bem conhecido e amplamente utilizado em muitos países – Bofors L70 de 40 mm, capaz de realizar até 240 disparos por minuto.

Na qualidade de arma principal, engenheiros militares modificaram míssil soviético ar-ar R-13M, substituindo seu motor e aprimorando a ogiva guiada por infravermelho. Como resultado, o raio máximo do alcance do Terminador corresponde a 12 km, atingindo 8 km de altura.

O sistema sérvio é dotado de um sistema de controle de disparo passivo, que possui um canal termográfico, que consideravelmente aumenta a eficácia de combate contra meios aéreos. 

PASARS-16 Terminator | Reprodução

A edição destacou as características notáveis do PASARS-16, concluindo, porém, que o veículo sérvio ainda está longe do sistema russo de defesa antiaérea Pantsir-S1. Entretanto, por um preço razoável, o sistema sérvio pode encontrar compradores em vários países da Ásia e África, ressaltou Rossiyskoe Oruzhie.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas