Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Ministério da Defesa revela superioridade de caças russos Su-57

Todos os caças Su-57 serão equipados com armamentos superiores em suas características aos análogos estrangeiros, disse Anatoly Gulyaev, chefe do Departamento Principal de Armamento das Forças Armadas da Rússia, ao jornal Krasnaya Zvezda.
Sputnik

Gulyaev lembrou na entrevista ao jornal que, em maio, Vladimir Putin estabeleceu o objetivo de reequipar completamente três regimentos da Força Aeroespacial da Rússia com caças Su-57 até 2028.

"É de sublinhar que, desde o aparecimento do caça Su-57, muitos especialistas estrangeiros já apreciaram as capacidades únicas do avião russo, que ultrapassa os análogos ocidentais que têm sido promovidos", concluiu o responsável militar.

O caça russo da 5ª geração Su-57 fez o primeiro voo em 2010. A combinação de alta capacidade de manobra com a capacidade de realizar voos supersônicos, bem como um moderno complexo de equipamentos de bordo e baixa visibilidade conferem-lhe superioridade sobre os concorrentes.

Israel mata 4 palestinos em nova ação na fronteira com Gaza

Pelo menos quatro pessoas foram mortas e 620 feridas nesta sexta-feira (8) na ação das forças de Israel contra um novo protesto na fronteira do país com a faixa de Gaza, que desde março tem recebido manifestações de palestinos contra o Estado judaico.


Pars Today

Segundo as autoridades de Gaza, 120 vítimas foram atingidas por munição letal disparada pelos israelenses, incluindo um adolescente de 15 anos que morreu e um fotógrafo da AFP que, diz a agência de notícias, usava colete e capacete identificando-o como membro da imprensa.

Israel mata 4 palestinos em nova ação na fronteira com Gaza

A manifestação desta sexta coincidiu com o Dia de Jerusalém, data criada pelo Irã depois da Revolução Islâmica para lembrar a reivindicação histórica dos palestinos para ter a cidade como sua capital.

O protesto começou após a oração do meio-dia de sexta-feira, dia sagrado para os muçulmanos, como habitualmente ocorre nos últimos três meses. Cerca de 10 mil pessoas se dirigiram à fronteira, onde grupos atearam fogo em pneus, atiraram pedras e voaram pipas incendiárias contra as forças israelenses.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas