Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Made in Syria: exército dispara mísseis Golan contra terroristas (VÍDEO)

O Exército Sírio utiliza sistema de mísseis de sua própria produção contra os terroristas.


Sputnik

Surgiu recentemente na Internet um vídeo mostrando um ataque noturno do Exército sírio contra os terroristas. Nas imagens é possível observar o sistema de mísseis Golan, de fabricação síria, em ação. Vale destacar que o Golan pode lançar projéteis de diferentes calibres.


Sistema de mísseis sírio Golan
Sistema de mísseis sírio Golan © Sputnik / Mikhail Voskresensky

O vídeo mostra os momentos exatos do lançamento e os impactos sofridos pelas posições terroristas.

Segundo declarou o especialista militar russo Yuri Liamin, citado pelo jornal Rossiiskaya gazeta, o ataque foi efetuado com os complexos Golan-300 e Golan-400.

No início do vídeo se pode ver o próprio sistema Golan-300 e ouvir o som característico produzido pelo complexo quando dispara.

Além do armamento em questão, a Síria também fabrica sistemas de artilharia de menor calibre, os Golan-65 e Golan-250. Estes sistemas podem ser instalados sobre os chassis de caminhões e veículos militares ligeiros.

Há pouco, os militares sírios também testaram o sistema Golan-1000, instalado no tanque T-72.



Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas