Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Marinha norte-americana receberá novo míssil antinavio NSM

Marinha dos EUA receberá novos mísseis antinavio de longo alcance produzidos pela empresa norueguesa Kongsberg Defence Systems e apresentados pelo consórcio Kongsberg e pela empresa norte-americana Raytheon.


Sputnik

Segundo o portal Defense News, o valor inicial do contrato é de 14 milhões de dólares (R$ 53 milhões). Entretanto, no futuro esse valor pode atingir 848 milhões de dólares (3,14 bilhões) durante todo o prazo de vigência do contrato.

Navios de combate litoral USS Independence (LCS 2), à esquerda, and USS Coronado (LCS 4) à direita.
USS Independence (LCS-2) e USS Coronado (LCS-4) © flickr.com/ U.S. Pacific Fleet

O NSM ganhou a competição, superando seus principais concorrentes: AGM-158C LRASM da Lockheed Martin e RGM-84 Harpoon da Boeing.

No âmbito do programa Littoral Combat Ship, os EUA desenvolveram dois projetos de navios de combate litorâneos. O primeiro, apresentado pela Lockheed Martin, é um navio rápido monocasco. O navio do outro projeto, desenvolvido pela empresa General Dynamics, é um trimarã.

Espera-se que no âmbito do programa sejam produzidos entre 55 e 60 navios, que substituirão as fragatas da classe Oliver Hazard Perry e os draga-minas Avenger. Os navios de ambos os projetos podem atingir a velocidade de 45 nós e percorrer mais de 3.500 milhas náuticas sem reabastecer.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas