Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Mídia conta sobre arma mais temível da Rússia que assusta Ocidente

O Ocidente está preocupado com os planos da Rússia de elaborar armas hipersônicas, escreve a revista The National Interest.


Sputnik

A edição nota que Moscou pretende equipar os submarinos Khaski com mísseis hipersônicos Tsirkon. A revista chama essa união de "casamento das duas armas russas mais temíveis".

Submarino nuclear de 5ª geração do projeto Khaski
Ilustração do submarino russo de 5ª geração Khaski © Sputnik

O Khaski será um submarino de quinta geração. Supõe-se que será apresentada em três configurações. O modelo básico vai pesar de oito a nove mil toneladas e será equipado com minas e torpedos.

Por sua vez, o míssil Tsirkon é o pesadelo para as marinhas dos países ocidentais, ressalta a edição. É capaz de atingir a velocidade de 7.350 km/h ou, conforme algumas mídias, ainda mais.

O Ocidente expressou repetidamente a preocupação com os novíssimos desenvolvimentos russos. Por exemplo, a Marinha britânica teme que a sua defesa antiaérea seja incapaz de interceptar os mísseis Tsirkon.

Anteriormente, o vice-comandante da Marinha da Rússia, Viktor Bursuk, declarou que a construção dos submarinos Khaski será incluída no programa governamental de armamentos para 2018-2025. Os detalhes do projeto desses submarinos não foram revelados.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas