Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan: Rússia e Turquia decidirão que grupos deixarão zona de Idlib

Rússia e Turquia irão determinar em conjunto quais grupos radicais deverão deixar o território da zona desmilitarizada de Idlib, na Síria, segundo afirmou o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, neste domingo.
Sputnik

"Durante negociações sobre Idlib em Sochi, nós decidimos estabelecer uma zona desmilitarizada entre os territórios controlados pela oposição e pelo regime. A oposição permanecerá nos territórios que ela ocupa. Vamos garantir que os grupos radicais, designados em conjunto com a Rússia, não operem na região", disse Erdogan em artigo publicado pelo jornal russo Kommersant

Ainda de acordo com o líder turco, Washington segue atrapalhando o equilíbrio na região com seu apoio às Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG) e ao Partido da União Democrática (PYD) na Síria, considerados adversários de Ancara.

"Infelizmente, vemos que o apoio extraordinário que tem sido prestado recentemente, especialmente pelos Estados Unidos, às forças do YPG e do PYD, continua. Tais …

Mídia conta sobre arma mais temível da Rússia que assusta Ocidente

O Ocidente está preocupado com os planos da Rússia de elaborar armas hipersônicas, escreve a revista The National Interest.


Sputnik

A edição nota que Moscou pretende equipar os submarinos Khaski com mísseis hipersônicos Tsirkon. A revista chama essa união de "casamento das duas armas russas mais temíveis".

Submarino nuclear de 5ª geração do projeto Khaski
Ilustração do submarino russo de 5ª geração Khaski © Sputnik

O Khaski será um submarino de quinta geração. Supõe-se que será apresentada em três configurações. O modelo básico vai pesar de oito a nove mil toneladas e será equipado com minas e torpedos.

Por sua vez, o míssil Tsirkon é o pesadelo para as marinhas dos países ocidentais, ressalta a edição. É capaz de atingir a velocidade de 7.350 km/h ou, conforme algumas mídias, ainda mais.

O Ocidente expressou repetidamente a preocupação com os novíssimos desenvolvimentos russos. Por exemplo, a Marinha britânica teme que a sua defesa antiaérea seja incapaz de interceptar os mísseis Tsirkon.

Anteriormente, o vice-comandante da Marinha da Rússia, Viktor Bursuk, declarou que a construção dos submarinos Khaski será incluída no programa governamental de armamentos para 2018-2025. Os detalhes do projeto desses submarinos não foram revelados.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas