Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Navios da Marinha do Brasil na Ridex

A Marinha do Brasil também está presente na Ridex – Rio International Defense Exhibition 2018 com quatro navios atracados no Pier Mauá: o NDM Bahia (G40), a corveta Barroso (V34), um navio-patrulha e um aviso de patrulha.


Poder Naval
Rio de Janeiro – O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, participou nesta quarta-feira (27), da cerimônia de lançamento da feira, a bordo do NDM Bahia.

Navios da MB no Prier Mauá, ao lado da Ridex
Navios da MB no Prier Mauá, ao lado da Ridex – Fotos: Fernando “Nunão”De Martini

Organizada pela Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), e com apoio institucional do Ministério da Defesa (MD), a feira conta com a participação de 150 expositores nacionais e estrangeiros, que apresentarão produtos bélicos e dispositivos usados, sobretudo, por organizações militares.

São esperadas mais de 20 delegações de diferentes países da Ásia, Oriente Médio, África, América do Sul e Europa.

A Feira também promoverá palestras e simpósios com autoridades da área sobre os desafios do setor de Defesa e Segurança brasileiro.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas