Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Operação das forças de segurança na Zona Oeste tem prazo indeterminado, afirma Comando Militar do Leste

Coronel Carlos Cinelli afirmou que os militares permanecerão na região até que o 18º Batalhão (Jacarepaguá) esteja recapacitado para assumir a segurança da área. Ação entra no segundo dia na região.


Por Bom Dia Rio

Militares das Forças Armadas realizam uma grande operação na Zona Oeste do Rio pelo segundo dia seguido nesta sexta-feira (8). Policiais militares e civis também participam da ação. De acordo com o porta-voz do Comando Militar do Leste (CML), a atividade na região tem prazo indeterminado.

Resultado de imagem para Mais um dia de operação em comunidade da Zona Oeste
Reprodução

O coronel Carlos Cinelli afirmou que os militares permanecerão na região até que o 18º Batalhão (Jacarepaguá) esteja recapacitado para assumir a segurança da área.

Homens das Forças Armadas fazem blitz entre o Gardênia Azul e a Cidade de Deus. A operação abrange as comunidades da CIdade de Deus, Gardênia Zaul, Outeiro, Vila do Sapê, Parque Dois Irmãos e Morro da Helena.

Na ação de quinta-feira (7), dez pessoas foram presas, um suspeito foi morto e armas e drogas foram apreendidas. A Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá foi interditada nos dois sentidos durante boa parte da manhã.

O CML informou que a operação nas comunidades de Jacarepaguá conta com 4.600 militares das Forças Armadas, 420 policiais militares e 350 policiais civis, com o apoio de blindados e helicópteros.

Serão beneficiados com esta operação, direta e indiretamente, mais de 200 mil moradores das áreas abrangidas pelas ações.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas