Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

OTAN nunca 'dará as costas' ao diálogo com a Rússia, afirma Mattis

A OTAN nunca cortará as comunicações com a Rússia, apesar da suposta intromissão de Moscou nas eleições americanas e europeias, afirmou James Mattis, secretário de Defesa dos EUA, a repórteres a caminho da Bélgica.


Sputnik

"A OTAN nunca vai desligar o diálogo com a Rússia", disse Mattis nesta quarta-feira. "A OTAN nunca dará as costas para tentar melhorar as relações com a Rússia".

Chefe do Pentágono, James Mattis
James Mattis © AP Photo / Jacquelyn Martin

A perspectiva de melhorar as relações entre a Rússia e a OTAN é dificultada pela suposta interferência do Kremlin nas eleições dos EUA e na Europa e "mudar as fronteiras da Europa através da força das armas", declarou Mattis.

Mattis acrescentou que a Rússia, da perspectiva da OTAN, tem mais em comum com a aliança em termos de futuro. No entanto, tem sido extremamente difícil encontrar uma causa comum com a Rússia, disse Mattis.

Os ministros da Defesa da OTAN vão se reunir na quinta e na sexta-feira para se preparar para a cúpula de julho, que tem como foco a aprovação de uma nova estrutura de comando, que poderá aumentar o número de funcionários em 1.200.

No início do dia, a embaixadora dos EUA na OTAN Kay Bailey Hutchison disse que os ministros da Defesa da aliança se concentrarão em aprovar uma nova estrutura de comando simplificada para uma resposta mais rápida e o envio de forças para áreas de crise na aliança de 29 países.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas