Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Pentágono suspende programa de intercâmbio militar com Coreia do Sul

Os militares norte-americanos "suspenderão indefinidamente" dois programas de intercâmbio naval com os militares sul-coreanos, programados anteriormente e que contemplavam exercícios conjuntos. A mudança parece ser mais uma indicação do progresso no diálogo entre as duas Coreias e os EUA.


Sputnik

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu encerrar "jogos de guerra" ao se reunir com o líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

Militares do batalhão de guerra química do exército dos EUA numa base militar na Coreia do Sul
Militares dos EUA na Coreia do Sul © AP Photo / Ahn Young-joon

O Pentágono anunciou anteriormente o cancelamento dos exercícios militares Ulchi Freedom Guardian de 2018. O Departamento de Defesa dos EUA deu um passo além ao anunciar que esses exercícios também seriam suspensos nos próximos anos até novo aviso, de acordo com um comunicado divulgado na sexta-feira à noite.

Segundo o órgão, essas decisões foram tomadas para "apoiar a implementação dos resultados da Cúpula de Singapura" entre Trump e Kim Jong-un, ocorrida em 12 de junho.

O secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, o secretário de Estado, Mike Pompeo, e o general Joe Dunford, presidente do Comando Conjunto dos EUA, se reuniram com o conselheiro de segurança nacional John Bolton na sexta-feira para discutir os "esforços para implementar os resultados da Cúpula de Singapura entre o presidente Trump e o presidente Kim", disse a porta-voz do Pentágono, Dana White.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas