Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel concentra mais forças na fronteira com Faixa de Gaza e está pronto a agir

As Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) concentraram mais forças na fronteira com a Faixa de Gaza e estão prontas para usá-las se for necessário, comunica a assessoria da entidade militar.
Sputnik

A decisão foi tomada no decurso da reunião no Estado-Maior e é uma resposta aos combates de ontem (11), que causaram morte de um militar israelense e sete palestinos.


"As IDF aumentaram suas forças no Distrito Sul e estão dispostas, se for preciso, a agir com mais vigor", destaca o comunicado da entidade.

No decurso da operação militar que teve lugar no enclave palestino neste domingo (11) um tenente coronel de uma unidade especial israelense foi morto. Ao mesmo tempo, a parte palestina perdeu sete homens, inclusive um comandante militar. Após os confrontos, os palestinos lançaram 17 mísseis contra o sul de Israel, dois deles foram interceptados pelos sistemas de defesa antiaérea Iron Dome (Cúpula de Ferro).

Foi igualmente informado que, tendo em conta a situação, o prim…

Pyongyang aconselha EUA a terem 'cuidado com as palavras'

Na sexta-feira (1), as autoridades norte-coreanas emitiram um comunicado em que aconselharam os EUA a terem "cuidado com as palavras", porque a situação na península da Coreia exige "uma abordagem cuidadosa e responsável".


Sputnik

Em 31 de maio, um representante do Congresso dos EUA definiu a Coreia do Norte como uma "ameaça global" e exigiu "a extensão e o aumento das sanções". Para Pyongyang, frases desse tipo são "inapropriadas" para estabelecer conversações bilaterais e elaborar a paz, informou agência de notícias estatal norte-coreana KCNA.

As pessoas a ver o lançamento do míssil balístico Hwasong-12 na televisão da estação ferroviária em Pyongyang, Coreia do Norte, 16 de setembro de 2017
Apresentação do lançamento do míssil norte-coreano Hwasong-12 © AP Photo/ Jon Chol Jin

Embora a Coreia do Norte e os EUA mantenham "relações hostis há décadas", eles estão desenvolvendo um processo de diálogo e assim "os políticos norte-americanos devem ser mais prudentes com sua linguagem".

"Respeitamos a liberdade de expressão, mas nunca podemos tolerar uma terminologia e um comportamento que visem destruir o ambiente pacífico atual e agravar a situação na península da Coreia", lê-se no comunicado.

Além disso, as autoridades norte-coreanas sublinharam que qualquer político deve ter duas qualidades principais: "observar bem a tendência atual" e "ter cuidado com as palavras".

Postar um comentário

Postagens mais visitadas