Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono nega que avião russo tenha 'expulsado' bombardeiro americano do Báltico

O Pentágono não concorda que o bombardeiro estratégico norte-americano B-52H tenha sido expulso por um caça russo Su-27 sobre o mar Báltico, comunicou à Sputnik o representante da entidade militar americana Eric Pahon.
Sputnik

"O avião da Força Aérea dos EUA B-52H realizava operações rotineiras no espaço aéreo internacional segundo o princípio da liberdade de navegação e de voo. Em 20 de março, o B-52H teve um encontro ordinário com um Su-27 russo que efetuava operações sobre o mar Báltico", esclareceu o porta-voz do Pentágono.

Pahon acrescentou que o Su-27 não expulsou o B-52H, que conseguiu completar a sua missão.

Na véspera, o Ministério da Defesa da Rússia publicou um vídeo de caças russos escoltando um bombardeiro estratégico americano Boeing B-52H sobre as águas neutras do mar Báltico. Segundo o comunicado, dois caças Su-27 levantaram voo para identificar e acompanhar a aeronave dos EUA.

De acordo com o Ministério, após o B-52H ter mudado de trajetória, distanciando-se da f…

Reino Unido indeciso sobre o upgrade do F-35

O Reino Unido ainda não decidiu se vai atualizar suas aeronaves de combate Lockheed Martin F-35 Lightning II Joint Strike Fighter (JSF) com o novo Sistema de Abertura Distribuída (DAS) anunciado no início do mês.


Reuters | Poder Aéreo
LONDRES (Reuters) – Respondendo a perguntas na Câmara dos Comuns, Guto Bebb, Ministro de Aquisições de Defesa, disse que uma decisão sobre trocar ou não o atual DAS AN/AAQ-37 da Northrop Grumman com um novo sistema a ser desenvolvido pela Raytheon será feita “uma vez que o governo entenda as implicações de tempo e custo ”.

F-35B do Reino Unido
F-35B do Reino Unido

“Como em todas as atualizações, isso será feito como parte do futuro programa de desenvolvimento de capacidades”, disse ele em 19 de junho. “Os custos ainda não foram negociados ou acordados.”

Os comentários de Bebb vieram cinco dias depois de a Lockheed Martin ter anunciado que, a partir da produção do lote 15, em 2023, é necessário mudar o sistema DAS para “aumentar a capacidade e reduzir os custos”.

Este cronograma coincide com o início das entregas da configuração operacional completa do Block 4 (agora conhecida como Continuous Capability Development and Delivery [C2D2]) no início de 2020, que será o primeiro padrão pós-projeto e desenvolvimento de sistema (SDD) e deve ser implementado em incrementos a partir de 2020, com a configuração completa sendo disponibilizada a partir de 2023).

FONTE: IHS Jane’s Defense Weekly

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas