Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan: Rússia e Turquia decidirão que grupos deixarão zona de Idlib

Rússia e Turquia irão determinar em conjunto quais grupos radicais deverão deixar o território da zona desmilitarizada de Idlib, na Síria, segundo afirmou o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, neste domingo.
Sputnik

"Durante negociações sobre Idlib em Sochi, nós decidimos estabelecer uma zona desmilitarizada entre os territórios controlados pela oposição e pelo regime. A oposição permanecerá nos territórios que ela ocupa. Vamos garantir que os grupos radicais, designados em conjunto com a Rússia, não operem na região", disse Erdogan em artigo publicado pelo jornal russo Kommersant

Ainda de acordo com o líder turco, Washington segue atrapalhando o equilíbrio na região com seu apoio às Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG) e ao Partido da União Democrática (PYD) na Síria, considerados adversários de Ancara.

"Infelizmente, vemos que o apoio extraordinário que tem sido prestado recentemente, especialmente pelos Estados Unidos, às forças do YPG e do PYD, continua. Tais …

S-400 russos diminuem dependência externa de Ancara, diz ministro turco

A aquisição de sistemas russos de defesa antiaérea S-400 é de interesse da nação turca, desde que isso minimize a dependência externa do país, declarou o ministro do Interior turco, Suleyman Soylu, na sexta-feira (8).


Sputnik

"A compra dos sistemas antimísseis S-400 é interessante para a nação turca, o que não tem nada a ver com política […] Os sistemas russos de defesa antiaérea diminuem a dependência externa da Turquia", afirmou Soylu, citado pela agência de notícias Anadolu.


Sistemas russos de defesa antiaérea S-400
S-400 Triumph russo © Sputnik / Sergey Malgavko

O ministro do Interior notou que a Turquia seria incapaz de repelir ataque de míssil sobre o país, e os sistemas antimísseis russos entrariam para reforçar os sistemas de defesa antiaérea do país. Soylu adicionou que países com avançados sistemas de defesa querem desarmar as capacidades militares turcas.

Em dezembro, Rússia e Turquia assinaram um contrato de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea S-400 para Ancara. O acordo desencadeou divergências entre Ancara e Washington, com o último ameaçando impor sanções contra a Turquia, já que os Estados Unidos acreditam que o armamento seja incompatível com as defesas da OTAN.

No final de abril, o ministro turco das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu, afirmou que a Turquia também estava considerando comprar sistema norte-americano de defesa antiaérea Patriot, ou qualquer outro sistema de defesa antiaérea, se recebessem uma oferta justa de seus aliados da OTAN.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas