Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Submarino soviético da época da 2ª Guerra Mundial é encontrado no mar Báltico

Marinheiros da Frota do Báltico descobriram um submarino – provavelmente soviético – afundado no mar Báltico durante a 2ª Guerra Mundial, informou o capitão-de-mar-e-guerra Roman Martov.


Sputnik

"A tripulação do caça-minas Aleksandr Obukhov da Frota do Báltico encontrou um submarino no fundo do mar Báltico. É possível que seja o submarino S-12 da Marinha Soviética afundado durante a Grande Guerra pela Pátria [parte da 2ª Guerra Mundial]", disse Martov.


Submarino soviético S-117 (SCH-117)
Submarino soviético S-117 (SCH-117) | CC0

Martov acrescentou que, em cumprimento das ordens do Ministério da Defesa da Rússia, a Frota do Báltico está trabalhando para localizar e examinar os navios de guerra da Marinha Soviética afundados durante a 2ª Guerra Mundial. Os oficiais da Frota estudaram documentos com as possíveis coordenadas da localização do submarino S-12 no golfo da Finlândia, perto da ilha de Bolshoy Tyuters.

Depois de um estudo mais aprofundado com uso de equipamentos modernos de rastreamento, a tripulação do Aleksandr Obukhov encontrou o submarino afundado a uma profundidade de 70 metros. Posteriormente a uma análise adicional, foi constatado que a aparência exterior e o armamento desse submarino correspondem aos submarinos soviéticos da série S.

"Agora a Frota do Báltico planeja realizar treinamentos com equipamentos específicos para obter uma identificação final do submarino encontrado", acrescentou.

De acordo com informações de arquivo, de setembro a novembro de 1942 o submarino diesel-elétrico S-12 fez uma viagem de 62 dias, tendo de lidar com inúmeras falhas mecânicas, falta de formação adequada da tripulação a bordo, além do bombardeio por navios e aviões finlandeses. Nesta viagem, o S-12 efetuou todos os seus nove ataques de torpedos.

Em 30 de julho de 1943, o S-12 fez uma tentativa de atravessar um campo minado e obstaculado com redes antissubmarino. Desde então, mais nenhuma notícia foi recebida do submarino. O S-12 entrou na lista dos cinco submarinos afundados em 1943.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas