Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Suécia mobiliza todos os seus reservistas pela primeira vez em 40 anos

A Suécia convocou 22 mil reservistas da Guarda Nacional - um corpo permanente de reservistas voluntários - pela primeira vez em mais de quatro décadas, informou o portal oficial do Ministério da Defesa escandinavo.


Sputnik

Os reservistas suecos dos 40 batalhões participaram de uma manobra militar de larga escala que visava fortalecer a capacidade operacional e defensiva do país, segundo o Comandante Supremo Micael Byden.

Reservistas suecos
Reservistas suecos © REUTERS / Jonas Ekstromer

"Estamos ensaiando a cadeia de mobilização da nossa organização, algo que não fazemos desde 1975", explicou o militar.

A principal função da Guarda Nacional é realizar tarefas militares secundárias, como monitorar infraestruturas importantes ou patrulhar as ruas. O comandante da instituição, o major-general Roland Ekenberg, comemorou os resultados. "Sinto respeito pelas pessoas que voluntariamente escolheram participar deste exercício", afirmou.

Durante a simulação, que coincidiu com o Dia Nacional da Suécia, os voluntários realizaram trabalhos de patrulha, vigilância e proteção nas ruas e aeroportos do país.

As manobras fazem parte de uma série de medidas aprovadas pela Suécia — um país neutro associado à OTAN — após o aumento das tensões no Báltico, na esteira da guerra no leste da Ucrânia. Estas medidas incluem também a restauração do serviço militar obrigatório no país e o consentimento para operações de tropas da OTAN em território sueco.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas