Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Ultrassecreto: projeto de novo submarino espião norte-americano aparece na mídia

O novo projeto do submarino norte-americano, que até agora não tinha sido divulgado na imprensa, revela a orientação do futuro desenvolvimento da Marinha dos EUA, escreve a revista Popular Mechanics.


Sputnik

Por sua vez, um artigo analítico da Covert Shores chama a atenção para as imagens do submarino.

Unbuilt US Navy Spy Submarine Concept - Covert Shores
Reprodução

A revista norte-americana observa que o submarino Sub 2000 representa uma "ruptura radical com os projetos anteriores de submarinos dos EUA", porque possui dois cascos, é compacto e tem um design "plano".

A publicação enfatiza que o Sub 2000 foi projetado como um submarino padrão, no entanto ele pode ser utilizado em missões de reconhecimento. Em particular, as configurações do navio permitem implantar dispositivos de recepção externos e interceptar transmissões magnéticas no fundo do mar perto da costa do adversário.

Além disso, o Sub 2000 recebeu alguns drones subaquáticos, o que sugere que está destinado a substituir o USS Parche, de segunda geração.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas