Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Analista sobre possível evacuação dos Capacetes Brancos: não há brechas para provocações

Surgiram recentemente notícias sobre os planos dos EUA e de vários outros países de evacuar os Capacetes Brancos da Síria. Analista russo comentou o que pode estar ligado à suposta decisão.


Sputnik

Estados Unidos, Canadá e alguns países europeus, particularmente Grã-Bretanha e França, estão estudando a possível evacuação de membros da ONG Capacetes Brancos e de seus parentes da Síria para transferi-los a outros países, tais como Canadá, Reino Unido ou Alemanha, informou o canal CNN.

Membros da defesa civil síria, mais conhecidos como Capacetes Brancos em Damasco (foto de arquivo)
Capacetes brancos na Síria © AFP 2018 / Msallam Abdalbaset

Segundo fontes, citadas pelo canal, o presidente americano, Donald Trump, discutiu o assunto na cúpula da OTAN em Bruxelas e esta pode ser uma das questões na reunião entre Trump e seu colega russo, Vladimir Putin, que decorrerá hoje (16) em Helsinque.

Os Capacetes Brancos se definem como uma ONG politicamente neutra e não beligerante dedicada à proteção de civis na Síria.

Porém, analista do Instituto Russo de Pesquisas Estratégicas, Vladimir Fitin, acredita que a organização tem objetivos completamente diferentes no país árabe.

Supostos planos de evacuação dos Capacetes Brancos mostram, segundo o analista, que estes não estão conseguindo cumprir suas tarefas na Síria, em particular, "organização de numerosas provocações com suposto uso de armas químicas pelo exército sírio e suposto apoio da Força Aeroespacial russa nisso".

"É evidente que os Capacetes Brancos têm cada vez menos possibilidades para realizarem na Síria tais atos, por isso é levantada a questão de como tirá-los de lá", opinou Fitin em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik.

Os Capacetes Brancos definem-se como uma ONG politicamente neutra e não beligerante dedicada à proteção de civis na Síria. No entanto, foram divulgados anteriormente vários vídeos na Internet mostrando membros dos Capacetes Brancos encenando ataques, maquiando "vítimas" e ditando o que elas deveriam dizer. Outras gravações mostraram ativistas com armas e vestidos com uniformes militares.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas