Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA e Rússia revivem a Guerra Fria no Oriente Médio com duas cúpulas

Reuniões paralelas, na Polônia e na Rússia, representaram a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito entre Israel e a Palestina
Juan Carlos Sanz e María R. Sahuquillo | El País
Sochi / Jerusalém - Em 1991, a Conferência de Madri estabeleceu um modelo para o diálogo multilateral no Oriente Médio após o fim da Guerra Fria, que havia colocado Washington contra Moscou na disputa pela hegemonia em uma região estratégica. Transcorridos mais de 27 anos, dois conclaves paralelos representaram nesta quinta-feira em Varsóvia (Polônia) e Sochi (Rússia) a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito israelo-palestino. Os Estados Unidos e a Rússia, copresidentes em Madri em 1991, já não atuam mais como mediadores para aliviar as tensões e, mais uma vez, assumem um lado entre as partes conflitantes.

No fórum da capital polonesa, a diplomacia dos EUA chegou a um impasse ao reunir mais de 60 países em uma reu…

Antigo terrorista volta ao exército sírio para 'para se redimir da culpa' (VÍDEO)

Há pouco, o exército sírio libertou o povoado de Al-Naimah, situado a 2 km da cidade de Daraa. Muitos militantes concordaram em cooperar com as autoridades sírias e revelaram à Sputnik como seus chefes os haviam abandonado à medida que o exército sírio se aproximava.


Sputnik

Os antigos terroristas asseguram que, a partir de agora, eles vão combater nas fileiras do Exército Árabe Sírio para se redimir da culpa perante a Pátria.


Resultado de imagem para Al-Naimah
Tropas sírias em al-Naimah | Reprodução

O ex-militante Muhammed Ibrahim al Abbud disse à Sputnik Árabe que aderiu aos grupos armados terroristas após se demitir do exército sírio. De acordo com ele, foi traído e não sabia que havia tomado o lado dos inimigos do seu país. Agora, Muhammed afirma ter voltado para o caminho certo e diz estar feliz por seu povoado natal estar em segurança de novo após ser liberado dos terroristas.

Os habitantes de Al-Naimah já estão regressando a suas casas. A administração local e o Crescente Vermelho Árabe Sírio (CVAS) fornecem água e ajuda humanitária ao local, foi restabelecida também a prestação de assistência médica. Ao mesmo tempo, a polícia militar russa e militares do exército sírio estão garantindo a ordem e a segurança.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas