Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Bombardeios israelenses deixam novas vítimas em Gaza

As Forças de Defesa de Israel (IDF) anunciaram nesta quarta-feira que voltaram a bombardear posições do grupo Hamas na Faixa de Gaza, em resposta a ataques contra seus soldados na zona de fronteira.


Sputnik

"Em resposta ao ataque a tiros contra soldados da IDF no sul da Faixa de Gaza, a artilharia da IDF atacou sete postos militares do Hamas em Gaza."

Sirenes soaram no Conselho Regional de Hof Ashkelon | Reprodução Twitter

De acordo com uma fonte do Ministério da Saúde de Gaza, ao menos dois cidadãos palestinos foram mortos nesses bombardeios, enquanto outro teria ficado gravemente ferido.

As novas tensões ocorrem dias depois de as duas partes em conflito terem concordado com um cessar-fogo para evitar uma escalada ainda maior da violência na região.

Na última sexta-feira, um atirador palestino matou um soldado israelense perto da fronteira, desencadeando uma reação desproporcional por parte de Tel Aviv, que lançou uma grande ofensiva contra Gaza, alegando estar visando a posições do Hamas.

Comentários

Postagens mais visitadas