Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que 'certamente' entraria em guerra com o Irã, mas 'não agora'

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que consideraria uma ação militar contra o Irã para impedir que a República Islâmica consiga armas nucleares. A briga entre Teerã e Washington aumentou depois que os EUA acusaram o Irã de atacar dois petroleiros.
Sputnik

"Eu certamente vou considerar as armas nucleares", disse Trump à revista Time na terça-feira, quando perguntado sobre o que poderia levá-lo a declarar guerra ao Irã. "E eu manteria o outro um ponto de interrogação".

A reportagem não especificou se o presidente elaborou o cenário de lançar um conflito armado de pleno direito com a República Islâmica sobre seu programa nuclear. Quando um repórter perguntou a Trump se ele estava considerando uma ação militar contra o Irã agora, ele respondeu: "Eu não diria isso. Eu não posso dizer isso".

Seus comentários foram feitos um dia depois de o Pentágono ter enviado 1.000 soldados extras para o Oriente Médio "para fins defensivos".

Os Estados Unidos cu…

Botswana diz que não tem dinheiro para comprar o caça Gripen

O governo de Botswana diz que nenhum acordo foi assinado ainda para a aquisição dos caças Saab Gripen C/D, porque não tem os US$ 1,7 bilhão necessários para financiar a compra.


Poder Aéreo

As conversações sobre a aquisição planejada de 8 e 12 variantes JAS Gripen C e D da Suécia por Botswana começaram em 2016 e pareciam próximas de acontecer no ano passado, quando o presidente do país, o tenente-general Seretse Khama Ian Khama, visitou a Suécia.

JAS 39 Gripen | Reprodução

Os Gripens deveriam substituir a frota envelhecida dos F-5 da Força de Defesa de Botswana (BDF) dos caças F-5 adquiridos nos EUA, adquiridos há duas décadas.

No entanto, o ministro da Defesa e Segurança, Shaw Kgathi, disse que nenhum acordo foi assinado com a Suécia e que o Botswana já está olhando para além do acordo com o Gripen para opções melhores e mais acessíveis de aeronaves.

“Nada foi finalizado ainda. De fato, nada foi feito (com relação ao acordo com o Gripen). Ainda estamos à procura de ofertas melhores e mais acessíveis”, disse Kgathi à Gazeta do Botswana.

O jornal também citou fontes da BDF dizendo que o desejo dos militares de adquirir os Gripens foi frustrado por restrições orçamentárias, já que o Ministério da Defesa e Segurança não tem o dinheiro necessário para prosseguir com a aquisição.

As fontes concordaram com o ministro Kgathi em que a BDF ainda está negociando com vários governos e fabricantes de aeronaves em todo o mundo em busca de opções de aeronaves a preços acessíveis.

A aquisição da aeronave faz parte de um programa de modernização que inclui também a substituição de antigos transportadores de tropas, tanques, veículos blindados, armas leves e sistemas de defesa aérea.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas