Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Brasil comemora 20 anos do fim do conflito entre Peru e Equador

O Brasil irá comemorar nesta terça-feira os 20 anos do fim dos conflitos na fronteira entre Peru e Equador, que se prolongaram por quase 170 anos e que causaram várias guerras, tensões e enfrentamentos entre ambos os países.
EFE

Brasília - O Acordo Global e Definitivo de Paz entre Equador e Peru foi assinado em 26 de outubro de 1998 em Brasília, que voltará a ser palco de um encontro entre representantes dessas duas nações, mas agora para reafirmar "o valor e a eficácia da diplomacia e da solução pacífica de controvérsias", diz o comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

A cerimônia contará com a participação do equatoriano José Ayala Lasso e do peruano Fernando de Trazegnies Granda, que eram os chanceleres de seus países na ocasião da assinatura e tiveram participação ativa nas negociações, e será presidido pelo ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes.

Segundo a nota oficial, a comemoração "também evidencia, uma vez mais, a capacidade regional de responder e…

Classe Tamandaré: empresa ucraniana detalha proposta

O Jane’s noticiou que a empresa estatal ucraniana Ukrinmash, parte do conglomerado Ukroboronprom, está propondo uma versão da sua corveta Project 58250 para o programa de aquisição de corvetas classe Tamandaré da Marinha do Brasil.


Poder Naval

A proposta brasileira, conhecida como corveta projeto 58300 “Amazonas”, é uma versão do projeto ucraniano de referência 58280 do Centro Estatal de Construção Naval e Pesquisa baseado em Nikolayev (Mykolaiv), adaptado para atender às exigências brasileiras.

Projeto 58300 Amazonas da Ukrinmash
Projeto 58300 Amazonas da Ukrinmash

A Ukrinmash se uniu ao estaleiro estatal brasileiro Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ) em sua tentativa de ganhar o projeto de quatro navios da classe Tamandaré, que tem um orçamento atual de R$ 2 bilhões (US$ 518,5 milhões).

A Ukrinmash disse ao Jane’s que, se selecionada, está pronta para entregar o navio como propriedade intelectual da Marinha do Brasil.

Outras empresas participantes da proposta ucraniana incluem a Atlas Elektronik, Rohde & Schwarz, Thales, Leonardo, Zeppelin, Caterpillar, Chernomorsky Shipbuilding Yard, Transas, State Research & Design Shipbuilding Center, China Precision Machinery Import and Export Corporation, Mykolayiv Shipyard, Zorya-Mashproekt Gas Turbine Research and Development Complex e Yuzhnoye State Design Office.

A Ukrinmash está propondo o sistema de gerenciamento de combate da série Thales Nederland TACTICOS (CMS) para a corveta.

As principais características do projeto incluem um deslocamento total de 2.650 toneladas, um comprimento de 112 m, boca de 13,5 m, alcance de até 4.000 milhas náuticas a 14 nós, velocidade máxima de 30 nós, bem como um hangar e plataforma de voo para apoiar as operações de um helicóptero de tamanho médio de até 11 toneladas. A acomodação poderá receber uma tripulação de 110. A autonomia é de até 30 dias.

O sistema de armas e sensores inclui:
  • dois lançadores quádruplos de mísseis superfície-superfície, 
  • um lançador vertical para mísseis superfície-ar, 
  • um sistema de canhão de 76 mm, 
  • dois canhões de 35 mm, 
  • dois lançadores triplos de torpedos de 324 mm; 
  • dois reparos de metralhadoras de 12,7 mm; 
  • lançadores de chaff e flare; 
  • Radares de vigilância 3D de médio e longo alcance; 
  • sonares montados no casco e rebocados; 
  • um sistema de passadiço integrado; 
  • um diretor de controle de tiro; 
  • equipamentos de comunicação, navegação e guerra eletrônica; 
  • um radar de direção de tiro de longo alcance; e 
  • sistemas de vigilância eletro-ópticos.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas