Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Coalizão liderada pelos EUA ataca civis no leste da Síria

A aviação da coalizão internacional liderada pelos EUA bombardeou civis da povoação de Al-Sousa na província de Deir ez-Zor, provocando mortos e feridos.


Sputnik

Segundo informa a agência estatal síria SANA, citando fontes locais, o ataque provocou mortos e feridos.

Ataque aéreo da coalizão internacional na Síria (foto de arquivo)
Ataque aéreo da coalizão liderada pelos EUA na Síria © AP Photo / Bram Jansse

"A aviação da Coalizão internacional realizou ataques aéreos contra um grupo de moradores locais que fugiam de Al-Sousa, nos arredores de Al-Bucamal, em direção do deserto, tentando escapar do bombardeio da coalizão e de ataques dos terroristas do Daesh que controlam a povoação; isso causou vários mortos e feridos entre eles [os civis]", escreve a agência citando fontes locais.

Até o momento não se conhece o número de vítimas.

A Chancelaria russa tem declarado reiteradamente que as ações dos Estados Unidos e da coalizão internacional na Síria são realizadas sem permissão e coordenação com o governo legítimo do país árabe e sem haver uma resolução da ONU.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas