Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Conheça o submarino russo 'mais avançado de sua classe'

O jornal norte-americano Military Watch destaca que em breve a Marinha russa será reforçada com novos submarinos de diferentes classes. O foco principal é colocado nos submarinos do projeto Yasen.


Sputnik

Ao estimar o estado atual da indústria naval russa, o jornal indica que a construção de submarinos é a área que a Rússia melhor desenvolveu após a desintegração da URSS.

Submarino nuclear russo do projeto Yase
Submarino nuclear russo do Projeto Yasen © Foto: Oleg Kuleshov

Especialistas sugerem que, no futuro próximo, a indústria militar russa pode se concentrar no desenvolvimento de embarcações do tipo Yasen e Varshavyanka.

Os submarinos da classe Varshavianka irão ficar ao serviço da Marinha russa, mas também serão exportados para outros países, incluindo a China, Irã, Argélia e Vietnã.

Entre os navios mais inovadores e que representam maior ameaça para as forças adversárias, o jornal destaca os navios dos projetos Yasen e Khaski, que ainda estão em desenvolvimento.

Os submersíveis desta classe são conhecidos como "buracos negros" por serem extremamente silenciosos e difíceis de detectar. Alguns deles equipam a Frota do Mar Negro, sendo uma das armas mais poderosas deste agrupamento naval.

"O submarino [Yasen] é, provavelmente, o navio mais avançado de sua classe. Estas embarcações colossais têm um alcance ilimitado e são capazes de transportar até 40 mísseis de cruzeiro Kalibr e Kh-101, além de torpedos", explicam especialistas.

A mídia acrescenta que esses navios também podem transportar 32 mísseis de cruzeiro Oniks.

"Apesar de seu tamanho, a tripulação desses submarinos é de apenas 90 homens, o que indica um alto nível de automação, consideravelmente superior ao dos [navios] equivalentes americanos e chineses", observam os analistas.

Os navios de 4ª geração do Projeto 885 Yasen são os submarinos nucleares polivalentes mais modernos e caros da Rússia. O primeiro submersível desse tipo entrou em serviço em 2014.

A principal capacidade dos Yasen é a destruição de alvos terrestres e submarinos. Eles podem navegar de modo autônomo por 100 dias e atingir uma velocidade submarina de 31 nós (57 km/h).

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas