Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Damasco qualifica evacuação dos Capacetes Brancos por Israel de 'operação criminosa'

O Ministério das Relações Exteriores sírio condenou a evacuação dos Capacetes Brancos do seu território, qualificando-a de "operação criminosa" realizada por "Israel e seus subordinados", informou a Reuters, citanto a mídia local.


Sputnik

"A operação criminosa que Israel e seus subordinados realizaram na área revela a verdadeira natureza dos assim chamados Capacetes Brancos", disse uma fonte da chancelaria síria, citada pela agência estatal SANA.

Capacetes Brancos entrando em um ônibus durante a evacuação da Síria assegurada por soldados israelenses, 22 de julho de 2018
Capacetes brancos durante a evacuação © REUTERS / Israeli Army/Handout

O ministério sírio acrescentou que o apoio por parte dos EUA, Reino Unido, Alemanha, Canadá e Jordânia à evacuação mostra que estes países apoiam também os terroristas na Síria.

Em 22 de julho, Tel Aviv evacuou os ativistas da organização Capacetes Brancos e suas famílias da Síria, a pedido dos Estados unidos, Canadá e da União Europeia, em uma altura em que as forças governamentais sírias estão se aproximando dos territórios controlados pelos rebeldes no sul do país.

Israel facilitou a retiradas de centenas de ativistas da organização síria, permitindo que atravessassem a fronteira sírio-israelense e os transportando depois para a Jordânia.

Segundo disse anteriormente o premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, entre os líderes ocidentais que pediram a Tel Aviv para ajudar a retirar os Capacetes Brancos da Síria estiveram Donald Trump e o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau.

Comentários

Postagens mais visitadas