Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Embaixador russo: eliminação de terroristas no sul da Síria é questão de dias

O Embaixador da Rússia na Síria, Aleksandr Kinshak, disse que a liquidação completa dos terroristas no sul do país árabe deve acontecer em poucos dias.


Sputnik

"No início do mês passado foi iniciada a operação antiterrorista no sudeste do país, que se desenvolve com sucesso e está perto do fim. O objetivo de eliminar as organizações terroristas já é questão de semanas ou mesmo dias. Porque tudo está evoluindo muito rápido. Nesse ritmo, a Síria ficará livre no futuro próximo", disse Kinshak.

Soldados do Exército Sírio em um BMD-1 no campo de refugiados palestinos liberados de Yarmouk, ao sul de Damasco
Tropas sírias © Sputnik / Mikhail Voskresenskiy

O diplomata também afirmou que Rússia e EUA podem cooperar na Síria após o fim dos conflitos.

"Isso [retorno à paz] exigirá uma reconstrução complexa de toda a economia síria após o conflito, bem como do setor social. O governo síria está cuidando disso… mas essa é só uma gota no oceano. Será necessária ajuda externa. Aqui a Rússia e os EUA, se entrarem em um acordo, podem fazer muito", disse o embaixador em entrevista à emissora Rossiya 24.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas