Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

EUA estariam tentando vender seus Patriot à Turquia para impedir compra de S-400 russos?

Os Estados Unidos tem tentado dissuadir a Turquia de comprar os sistemas de defesa antiaérea S-400 à Rússia, argumentando que Moscou poderia usá-los para obter as características secretas dos caças norte-americanos de 5ª geração F-35, que a Turquia também está adquirindo.


Sputnik

Enquanto isso, a vice-secretária de Estado interina para Assuntos Político-Militares, Tina Kaidanow, vem discutindo a possibilidade de vender a Ancara sistemas de defesa aérea americanos Patriot, informou a Reuters.

Sistema de mísseis Patriot
Patriot © AFP 2018 / KIM JAE-HWAN

Kaidanow está atualmente no salão aéreo de Farnborough, no Reino Unido, negociando acordos comerciais com seus aliados, mas não está claro o que ela falou com os representantes turcos.

"[Estamos] tentando dar a entender aos turcos o que podemos fazer em relação aos Patriot", disse Kaidanow aos jornalistas no show aéreo, citada pela Reuters.

Segundo a vice-secretária, o objetivo dos EUA é assegurar que os sistemas de defesa obtidos por seus aliados continuem "apoiando as relações estratégicas" entre Washington e os parceiros.

Os Estados Unidos têm tentado convencer a Turquia a abdicar de seu contrato de compra de sistemas S-400 russos, firmado em dezembro de 2017, não têm tido muito sucesso até agora. O Congresso norte-americano aprovou uma lei bloqueando a entrega de caças F-35 à Turquia enquanto o Pentágono não receber um relatório provando que os S-400 russos não representam ameaça para os seus aviões.

Ancara, por sua parte, condenou o passo dos EUA, afirmando que cumpriu todas as suas obrigações para receber os F-35 e já começou a pagar pelo fornecimento.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas