Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

EUA estariam tentando vender seus Patriot à Turquia para impedir compra de S-400 russos?

Os Estados Unidos tem tentado dissuadir a Turquia de comprar os sistemas de defesa antiaérea S-400 à Rússia, argumentando que Moscou poderia usá-los para obter as características secretas dos caças norte-americanos de 5ª geração F-35, que a Turquia também está adquirindo.


Sputnik

Enquanto isso, a vice-secretária de Estado interina para Assuntos Político-Militares, Tina Kaidanow, vem discutindo a possibilidade de vender a Ancara sistemas de defesa aérea americanos Patriot, informou a Reuters.

Sistema de mísseis Patriot
Patriot © AFP 2018 / KIM JAE-HWAN

Kaidanow está atualmente no salão aéreo de Farnborough, no Reino Unido, negociando acordos comerciais com seus aliados, mas não está claro o que ela falou com os representantes turcos.

"[Estamos] tentando dar a entender aos turcos o que podemos fazer em relação aos Patriot", disse Kaidanow aos jornalistas no show aéreo, citada pela Reuters.

Segundo a vice-secretária, o objetivo dos EUA é assegurar que os sistemas de defesa obtidos por seus aliados continuem "apoiando as relações estratégicas" entre Washington e os parceiros.

Os Estados Unidos têm tentado convencer a Turquia a abdicar de seu contrato de compra de sistemas S-400 russos, firmado em dezembro de 2017, não têm tido muito sucesso até agora. O Congresso norte-americano aprovou uma lei bloqueando a entrega de caças F-35 à Turquia enquanto o Pentágono não receber um relatório provando que os S-400 russos não representam ameaça para os seus aviões.

Ancara, por sua parte, condenou o passo dos EUA, afirmando que cumpriu todas as suas obrigações para receber os F-35 e já começou a pagar pelo fornecimento.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas