Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Exército de Israel lança ataque contra território sírio

O Exército israelense anunciou pelo Twitter estar lançando ataque contra o território sírio como represália a dois projéteis disparado contra Israel.


Sputnik

As Forças de Defesa de Israel (FDI) informaram em sua conta no Twitter que, em resposta aos dois mísseis disparados da Síria, um avião de guerra israelense tinha sido empreendido no ataque. De acordo com o alerta, a ação é uma resposta "contra qualquer tentativa de comprometer a soberania israelense".

Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, visita um posto militar durante uma visita ao Monte Hermon, nas Colinas de Golã sob controle israelense, com vista para a fronteira entre Israel e Síria (foro de arquivo)
Benjamin Netanyahu © AP Photo / Baz Ratner

No começo do dia, as FDI tinham dito ter identificado um lançamento de projétil em território israelense da Síria. De acordo com os próprios militares, o míssil parecia vir de "disparos errantes da luta interna na Síria".

As tensões entre Israel e a Síria estão em alta nas últimas semanas — especialmente nas colinas de Golan — em meio à ofensiva do exército sírio para desarticular bolsões terroristas no sul do país. Enquanto isso, Israel intensificou suas operações no vizinho, citando a suposta presença militar iraniana como pretexto para ataques.

As Colinas de Golã são um território disputado, que Israel ocupou como resultado da Guerra dos Seis Dias de 1967. A anexação nunca foi reconhecida pela comunidade internacional.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas