Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Exército russo poderá realizar exercícios militares na Nicarágua

Manobras bilaterais estão previstas para serem realizadas neste ano no Mar do Caribe e no Oceano Pacífico.


Maria Aleksandrova | Russia Beyond

A Assembleia Nacional da Nicarágua arpovou a realização por exércitos estrangeiros de manobras militares no território do país, segundo a agência de notícias russa Tass.

Resultado de imagem para Exército russo poderá realizar exercícios militares na Nicarágua
Vitali Timkiv/Sputnik

Um decreto do presidente da Nicarágua aprovado em 30 de junho pela Assembleia Nacional permite que pessoal, aeronaves e navios militares da Rússia, Estados Unidos, Cuba, México, Venezuela, Guatemala, El Salvador, Honduras, República Dominicana e Taiwan "entrem em território da Nicarágua com fins humanitários para realizar operações de treinamento e troca de experiências".

Segundo o documento, os militares russos poderão realizar exercícios em conjunto com a Força Aérea da Nicarágua para aprender como prestar auxílio em casos de catástrofes naturais, na luta contra o tráfico de drogas e contra organizações criminosas internacionais.

Comentários

Postagens mais visitadas