Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Exército sírio encontra armas do Daesh fabricadas nos EUA

De acordo com a mídia local, o Exército Árabe Sírio descobriu repetidamente, durante a operação em Deir ez-Zor, grandes depósitos de armas e munições do Daesh contendo arsenais de produção estadunidense.


Sputnik

Em um grande arsenal encontrado do Daesh (organização terrorista proibida em vários países, incluindo a Rússia) há armas, munições, equipamento de telecomunicação e granadas de morteiro de produção norte-americana, informa a agência estatal síria SANA.

Armazéns de armas de terroristas encontrados em Deir ez-Zor
Armazém de armas dos terroristas encontrado em Deir ez-Zor, Síria © Sputnik / Morad Saeed

Segundo diz o relato, o arsenal incluía morteiros de 120 mm, foguetes para BM-21 Grad, foguetes de 107 mm, granadas de 40 mm, mísseis antitanque e também um grande número de minas e explosivos.

Previamente, o exército sírio gravou mais um vídeo de um armazém com armas e munições de fabricação ocidental usadas pelos rebeldes. De acordo com a SANA, todas as armas, inclusive tanques, veículos blindados para o transporte de tropas, lançadores de granadas, projéteis, máscaras de gás, lança-granadas, morteiros, metralhadoras pesadas, são fabricadas nos países ocidentais. Muitas delas não foram usadas em combate.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas