Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Força Aérea de Israel realiza ataque de larga escala sobre posições palestinas em Gaza

A Força Aérea de Israel realiza nesta sexta-feira (20) ataques em larga escala sobre posições palestinas em Gaza em resposta a um "grave incidente na fronteira". A informação foi divulgada pelo serviço de imprensa do Exército israelense.


Sputnik

Os militares haviam relatado anteriormente que suas forças na fronteira tinham sido atacados por franco-atiradores do enclave.

Fumaça e chamas são vistas na sequência do que testemunhas disseram ter sido um ataque aéreo israelense, a leste da Cidade de Gaza - 5 de outubro de 2016
Bombardeio israelense a Gaza © REUTERS / Ahmed Zakot

"Aeronaves da Força Aérea de Israel lançaram recentemente uma operação em grande escala contra alvos militares do Hamas em toda a Faixa de Gaza. Em resposta a um sério ataque aos militares israelenses, o exército está realizando um grande ataque em várias posições", afirmou o comunicado.

Anteriormente, o ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, havia alertado sobre uma possível "grande e dolorosa" operação militar na Faixa de Gaza, acusando o Hamas de provocá-la.

Nos último meses, Israel tem sofrido numerosos ataques com pipas, balões e outros objetos funcionando como bombas incendiárias. Segundo The Times of Israel, as tensões entre Tel Aviv e Faixa de Gaza atingiram seu ápice desde 2014.

Comentários

Postagens mais visitadas