Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

General americano revela quantos militares EUA têm no estrangeiro

O chefe do Estado-Maior Conjunto dos EUA estima o número de soldados que estão em serviço militar fora do país e nomeia as áreas principais de suas missões.


Sputnik

Os EUA têm mais de 300 mil soldados deslocados em 177 países, revelou na segunda-feira (23) o chefe do Estado-Maior Conjunto, general do Corpo de Fuzileiros Navais Joe Dunford.

Soldados norte-americanos em Mossul, Iraque
Militares dos EUA em Mossul, Iraque © AP Photo / Maya Alleruzzo

"Hoje, mais de 300.000 americanos estão deslocados ou estacionados em 177 países", disse, citado pelo comunicado do Departamento de Defesa dos EUA.

Na convenção nacional de veteranos, realizada em Kansas City, Missouri, o general expressou seu orgulho nos "mais de dois milhões de homens que servem hoje" nas tropas norte-americanas.

Nessa conexão, declarou o seu reconhecimento especial aos soldados que estão no Iraque e na Síria, bem como ao contingente militar responsável por "vigiar na Coreia e melhorar a interoperabilidade com os aliados na Polônia".

"Posso dizer com absoluta confiança que o Exército dos EUA tem uma vantagem competitiva sobre qualquer adversário potencial", declarou Dunford, avaliando a contribuição dos soldados e suas famílias que "ainda suportam um sacrifício extraordinário".

O Exército dos EUA tem pelo menos 13 guarnições na Europa, localizadas na Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Alemanha e Itália. Ao mesmo tempo, a Força Aérea desse país mantém sete bases militares em Chipre, Grécia, Itália, Grã-Bretanha, Alemanha e Bélgica.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas