Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Hamas diz que cessar-fogo em Gaza foi alcançado após os maiores ataques de Israel desde 2014

O Hamas informou neste sábado que chegou a um cessar-fogo com Israel, negociado pelo Egito, depois que Israel desencadeou seus maiores ataques aéreos na Faixa de Gaza desde a guerra de 2014.


Pars Today

O porta-voz do Hamas, Fawzi Barhoum, disse que o movimento islâmico, que administra a Faixa de Gaza, concordou com uma "oferta egípcia de retornar ao cessar-fogo para impedir essa escalada".

Hamas diz que cessar-fogo em Gaza foi alcançado após os maiores ataques de Israel desde 2014

Um porta-voz militar israelense se recusou a comentar, mas disse que suas ações dependerão do que acontecer no local.

A grande fumaça subiu sobre partes da Faixa de Gaza, quando Israel atingiu dezenas de alvos que, segundo ele, pertenciam a militantes, incluindo um edifício alto supostamente usado pelo Hamas como uma instalação de treinamento com um túnel embaixo.

A troca de tiros seguiu-se a meses de tensão que elevaram a perspectiva de uma quarta guerra no bloqueio da Faixa de Gaza desde 2008. A violência do fim de semana começou na sexta-feira quando Israel matou um adolescente palestino que protestava na fronteira de Gaza.

No sábado, dois palestinos de 15 e 16 anos foram mortos após serem pegos em um ataque israelense em um prédio no qual eles estavam próximos, no oeste da cidade de Gaza, informou o Ministério da Saúde do enclave.

Vinte e cinco pessoas ficaram feridas em Gaza, acrescentou o ministério. Israel disse que cerca de 100 foguetes e morteiros foram disparados de Gaza, principalmente morteiros, ferindo três. O Hamas disse que disparou em defesa em resposta aos ataques aéreos israelenses.

"O golpe mais difícil"

O primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, disse que o Hamas foi atingido com "o golpe mais duro" desde a guerra de 2014 "e vamos aumentar a força de nossos ataques quando necessário".

Barhamm, do Hamas, disse que o grupo foi responsável pela barragem contra Israel e que foi realizado "em resposta aos ataques aéreos israelenses".

"A proteção e a defesa de nosso povo é um dever nacional e uma escolha estratégica", disse Barhoum. Protestos de fronteira Tensões vêm aumentando entre o Hamas e Israel há meses devido a protestos em massa ao longo da cerca da fronteira.

As manifestações do Grande Retorno de março pediram que os refugiados palestinos retornassem a seus antigos lares agora dentro de Israel. Desde que os protestos eclodiram ao longo da fronteira em 30 de março, pelo menos 145 palestinos foram mortos por disparos israelenses.

A maioria dos mortos eram manifestantes não violentos, bem como jornalistas, espectadores e uma enfermeira, no entanto, um pequeno número estava tentando quebrar ou danificar a cerca da fronteira. As mortes atingiram o pico em 14 de maio, quando os EUA abriram sua nova embaixada em Jerusalém. Nenhum israelense foi morto.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas