Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Inteligência americana aponta que Coreia do Norte constrói novos mísseis, diz jornal

Segundo 'The Washington Post', país fabrica míssil balístico intercontinental (ICBM) capaz de atingir cidades americanas.


EFE

As agências de Inteligência dos Estados Unidos acreditam que a Coreia do Norte está construindo novos mísseis na mesma fábrica onde produziu um míssil balístico intercontinental (ICBM) capaz de atingir cidades americanas, informou o jornal "The Washington Post".

Resultado de imagem para Coreia do Norte continua produzindo mísseis, segundo inteligência americana
Coreia do Norte continua produzindo mísseis, segundo inteligência americana

Imagens obtidas por satélite indicam que o governo de Kim Jong-un trabalha em um ou dois mísseis ICBM em uma instalação de pesquisa em Sanumdong, nos arredores de Pyongyang, segundo as suspeitas da Inteligência dos EUA.

A informação em mãos do governo americano revela que a Coreia do Norte segue com seu programa de mísseis balísticos, embora, segundo o jornal, isso não sugere que Pyongyang esteja expandindo seu potencial.

No final de novembro do ano passado, o regime norte-coreano lançou um inédito míssil ICBM, batizado como Hwasong-15, e que voou cerca de 4,5 mil quilômetros antes de cair no mar do Japão.

O lançamento pegou os EUA de surpresa, que não acreditavam que a Coreia do Norte fosse capaz de produzir um míssil ICBM com a tecnologia necessária para alcançar a costa leste americana.

"Vemos que estão trabalhando, como antes", disse ao "The Washington Post", na segunda-feira, a fonte que vazou a informação.

Apesar da atividade detectada em Sanumdong, a Inteligência americana também constatou que a Coreia do Norte está desmantelando seu centro de lançamentos em Sohae, na costa oeste da península, de acordo com o jornal.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas