Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Inteligência americana aponta que Coreia do Norte constrói novos mísseis, diz jornal

Segundo 'The Washington Post', país fabrica míssil balístico intercontinental (ICBM) capaz de atingir cidades americanas.


EFE

As agências de Inteligência dos Estados Unidos acreditam que a Coreia do Norte está construindo novos mísseis na mesma fábrica onde produziu um míssil balístico intercontinental (ICBM) capaz de atingir cidades americanas, informou o jornal "The Washington Post".

Resultado de imagem para Coreia do Norte continua produzindo mísseis, segundo inteligência americana
Coreia do Norte continua produzindo mísseis, segundo inteligência americana

Imagens obtidas por satélite indicam que o governo de Kim Jong-un trabalha em um ou dois mísseis ICBM em uma instalação de pesquisa em Sanumdong, nos arredores de Pyongyang, segundo as suspeitas da Inteligência dos EUA.

A informação em mãos do governo americano revela que a Coreia do Norte segue com seu programa de mísseis balísticos, embora, segundo o jornal, isso não sugere que Pyongyang esteja expandindo seu potencial.

No final de novembro do ano passado, o regime norte-coreano lançou um inédito míssil ICBM, batizado como Hwasong-15, e que voou cerca de 4,5 mil quilômetros antes de cair no mar do Japão.

O lançamento pegou os EUA de surpresa, que não acreditavam que a Coreia do Norte fosse capaz de produzir um míssil ICBM com a tecnologia necessária para alcançar a costa leste americana.

"Vemos que estão trabalhando, como antes", disse ao "The Washington Post", na segunda-feira, a fonte que vazou a informação.

Apesar da atividade detectada em Sanumdong, a Inteligência americana também constatou que a Coreia do Norte está desmantelando seu centro de lançamentos em Sohae, na costa oeste da península, de acordo com o jornal.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas