Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Irã diz que vai fabricar ou atualizar até 800 tanques de batalha

O vice-ministro da Defesa do Irã, Reza Mozaffarinia, disse que Teerã tem planos de fabricar ou atualizar 700 a 800 tanques de batalha.


Forças Terrestres

Em comentários citados em 18 de julho pela agência de notícias Tasnim, do Irã, Mozaffarinia não especificou o tipo de tanques a que se referia ou quantos seriam construídos recentemente, em comparação com quantos seriam atualizados.

MBT Karrar, do Irã
MBT Karrar, versão iraniana modernizada do tanque russo T-72S

Ele também não mencionou um cronograma para a conclusão do projeto.

“Anualmente, há 50 a 60 tanques fabricados e um orçamento suficiente foi alocado porque o exército e a Guarda Revolucionária têm uma grande necessidade”, disse Mozaffarinia.

Os Estados Unidos e as potências europeias há muito buscam frear o programa de mísseis balísticos do Irã.

Mas as forças militares convencionais do Irã são consideradas mais fracas do que seu principal rival regional, a Arábia Saudita.

De acordo com o World Factbook da CIA, o gasto militar do Irã como porcentagem do PIB foi de 2,69% em 2015, enquanto o da Arábia Saudita foi de 9,86% em 2016.

Em um relatório de dezembro, o Instituto Internacional de Estudos Estratégicos previu que o Irã iria modernizar e reequilibrar suas forças convencionais “para refletir as lições aprendidas na Síria”.

Forças iranianas lutam na Síria desde 2012 em apoio ao governo do presidente Bashar al-Assad.

FONTE: Radio Free Europe

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas