Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

Laboratório dos EUA publica imagens secretas de explosões nucleares (VÍDEO)

O Laboratório Nacional de Lawrence Livermore publicou 210 explosões nucleares efetuadas pelos EUA que até então eram secretas.


Sputnik

As explosões disponibilizadas pelo laboratório de pesquisa nuclear em seu canal do YouTube aconteceram entre 1945 e 1962. As gravações fazem parte de mais de 10.000 explosões que foram realizadas ao longo desses anos.


Explosão nuclear (imagem referencial)
CC0 / Pixaby/geralt / Bomba atômica, arma nuclear

Desde 2017, o laboratório está desenvolvendo um projeto de digitalização das antigas gravações que foram feitas com câmeras de alta velocidade.

Segundo informações passadas pelo laboratório, os vídeos são utilizados para melhorar a precisão dos modelos virtuais, o que permite evitar a realização de ensaios com explosões reais.

"São armas devastadoras e espero que nunca sejam usadas em guerra", disse Gregg Spriggs, o chefe do projeto.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas