Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Lavrov exige que Estados Unidos libertem estudante russa acusada de espionagem

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou em uma conversa telefônica com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que a russa Maria Butina foi presa sob acusações falsas e pediu sua libertação imediata.


Sputnik

Sergei Lavrov sublinhou "a inaceitabilidade das ações das autoridades dos EUA, que prenderam a cidadã russa Maria Butina com base em acusações falsas, além da necessidade de sua libertação antecipada", disse o Ministério das Relações Exteriores da Rússia em um comunicado.

Maria Butina (Archivbild)
Maria Butina © REUTERS / Russian Federation/Handout

O ministro e o secretário de Estado também "discutiram a situação na Síria, incluindo a possível interação da Rússia e dos Estados Unidos com outros países para resolver problemas humanitários e as tarefas associadas aos esforços para promover a desnuclearização da Península coreana", continua a Pasta no texto.

Segundo o ministério, "após a cúpula russo-americana em Helsinque, em 16 de julho, os ministros das Relações Exteriores trocaram opiniões sobre as perspectivas de aprofundamento das relações entre nossos países, com vistas à sua normalização em bases iguais e mutuamente benéficas".

No dia 15 de julho, autoridades norte-americanas prenderam Butina, de 29 anos, e acusaram-na de conspiração e atuação ilegal como agente estrangeira. Apesar de negar as acusações, a cidadã russa pode pegar até 15 anos de prisão.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas