Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Mais de 1.500 civis evacuados da província síria de Idlib

Mais de 1.500 civis sírios moradores das localidades de Kefraya e Fua, na província de Idlib ao norte, saíram hoje em cerca de 40 ônibus em qualidade de evacuados para refúgios temporários em Alepo.


Prensa Latina
Damasco - Imagens da televisão síria mostraram os momentos em que o comboio de ônibus abandonou o corredor de Al-Eis, no sul de Alepo.


Em virtude de um convênio estabelecido entre o governo sírio e o grupo terrorista Frente Al Nusra, nas próximas horas deve se completar nas demarcações de Kefraya e Fua, assediadas pelos extremistas, a saída de ao redor de sete mil civis.

Esse total inclui também pessoas que foram libertadas, outrora sequestradas pelos radicais residentes de Ishtubruk.

Segundo fontes da oposição síria, amparados pelo pacto, ao redor de 1.500 presos serão deixados em liberdade pelo governo deste país do Mediterrâneo.

Como parte do convênio, nas últimas horas, 13 pessoas doentes foram transladadas de Kefraya e Fua a hospitais da cidade de Alepo para receber tratamento médico, indicou em um comunicado a Meia Lua Vermelha Árabe Síria.

Muitos recordam que em abril de 2015, destacamentos radicais da Frente Al-Nusra mataram em Ishtubruk cerca de 200 civis e sequestraram centenas, incluídas famílias inteiras.

A incursão dos terroristas também provocou o êxodo de milhares de moradores de Ishtubruk.

O exército sírio combate terroristas nas províncias de Deraa e Quneitra, e uma vez concluídas suas ações militares nesses territórios, planeja realizar outra ofensiva antiterrorista em Idlib, província localizada 300 quilômetros ao norte de Damasco.

Junto com as operações militaras, as tropas leais ao Executivo nacional aplicam em diversos lugares do país a política de reconciliação nacional, dirigida a evitar derramamento de sangue desnecessário e alcançar a paz e a estabilidade nesta nação árabe, em guerra desde março de 2011.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas