Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Mesmo com cessar-fogo, Israel bombardeia Gaza em resposta a ataque

O Exército israelense atingiu um lançador de morteiros na Faixa de Gaza em resposta ao disparo por parte de palestinos, disseram as Forças de Defesa de Israel (IDF) no domingo (15), horas depois de surgirem notícias sobre o acordo de cessar-fogo alcançado pelas forças israelenses e militantes palestinos.


Sputnik

"Após relatos sobre uma sirene no Conselho Regional de Eshkol, dois morteiros foram lançados de Gaza em Israel. Em resposta, o IDF atacou o lançador de onde os morteiros foram disparados", escreveu o IDF no Twitter.

Bandeira de Israel
Bandeira de Israel © Sputnik / Vladimir Astapkovich

Uma hora depois, o IDF informou sirenes em Sderot, dizendo que outros dois foguetes foram disparados de Gaza.

O exército disse que um dos foguetes foi interceptado pelo sistema de defesa aérea Iron Dome. O chefe da Diplomacia do IDF informou mais tarde que um dos foguetes lançados a partir de Gaza atingiu uma sinagoga.

A troca de fogo aconteceu em meio a relatos sobre o acordo de cessar-fogo entre Israel e grupos armados na Faixa de Gaza, que surgiram na madrugada de sábado. O acordo teria sido negociado pelo Egito.

As ações militares aumentaram na área na madrugada de sábado, quando a Força Aérea de Israel começou a atingir alvos de militantes na Faixa de Gaza. O bombardeio seguiu os distúrbios na fronteira de sexta-feira. A situação levou à maior escalada entre os lados nos últimos anos.

A situação na fronteira de Gaza piorou em meados de maio depois que os EUA abriram sua embaixada em Jerusalém. Em 30 de março, a marcha chamada Grande Marcha do Retorno começou na fronteira. O lado israelense tem usado armas letais contra civis para reprimir os protestos.

Comentários

Postagens mais visitadas