Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Mídia norte-americana encontra novo motivo para guerra nuclear

A desativação de satélites militares norte-americanos por uma nova aeronave de guerra eletrônica da Rússia pode provocar um ataque de retaliação com o uso de armas nucleares, reporta a revista The National Interest.


Sputnik

A revista norte-americana observa que essa possibilidade é prevista pelo projeto de uma nova Revisão da Política Nuclear, que permite o uso das armas nucleares pelos EUA como retaliação aos ataques cinéticos ou cibernéticos dos satélites norte-americanos. 

Ilyushin IL-22 PP
Ilyushin Il-22PP © Sputnik / Mikhail Voskresensky

"Se a Rússia pode realmente desligar a eletrônica dos satélites norte-americanos, e a Revisão da Política Nuclear de fato reflete a política dos EUA, a desativação do satélite pode ser interpretada como um ato militar, suficiente para justificar uma resposta nuclear", escreve a revista.

Anteriormente, a mídia informou que a Rússia está desenvolvendo um novo avião capaz de neutralizar os satélites de navegação e telecomunicações do adversário. Segundo disse a fonte, a aeronave irá substituir o modelo Ilyushin Il-22PP.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas