Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

Mídia norte-americana encontra novo motivo para guerra nuclear

A desativação de satélites militares norte-americanos por uma nova aeronave de guerra eletrônica da Rússia pode provocar um ataque de retaliação com o uso de armas nucleares, reporta a revista The National Interest.


Sputnik

A revista norte-americana observa que essa possibilidade é prevista pelo projeto de uma nova Revisão da Política Nuclear, que permite o uso das armas nucleares pelos EUA como retaliação aos ataques cinéticos ou cibernéticos dos satélites norte-americanos. 

Ilyushin IL-22 PP
Ilyushin Il-22PP © Sputnik / Mikhail Voskresensky

"Se a Rússia pode realmente desligar a eletrônica dos satélites norte-americanos, e a Revisão da Política Nuclear de fato reflete a política dos EUA, a desativação do satélite pode ser interpretada como um ato militar, suficiente para justificar uma resposta nuclear", escreve a revista.

Anteriormente, a mídia informou que a Rússia está desenvolvendo um novo avião capaz de neutralizar os satélites de navegação e telecomunicações do adversário. Segundo disse a fonte, a aeronave irá substituir o modelo Ilyushin Il-22PP.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas