Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Mídia revela que míssil hipersônico russo Kinzhal está pronto para combate

O míssil russo Kinzhal vai entrar em serviço até 2020, e por enquanto está sendo testado com sucesso, informa o canal CNBC com referência a fontes próximas da inteligência norte-americana.


Sputnik

Conforme o canal, os novíssimos mísseis já foram testados 12 vezes nos caças MiG-31, e agora estão em curso trabalhos para adaptar o míssil para os bombardeiros. Mais cedo, uma fonte na indústria de defesa disse à Sputnik que os mísseis hipersônicos Kinzhal serão instalados nos bombardeiros de longo alcance Tu-22M3.

Caça MiG-31 armado con o míssil hipersônico Kinzhal
MiG 31 armado com míssil hipersônico Kinzhal © Sputnik / Ilia Pitalev

O CNBC relata sobre três testes bem-sucedidos do míssil, os últimos dos quais foram realizados em julho, quando o míssil atingiu o alvo à distância de cerca de 800 quilômetros.

Anteriormente, o canal de televisão publicou uma matéria, segundo a qual as armas hipersônicas Avangard também estarão prontas até 2020.

Entretanto, o Pentágono já várias vezes expressou preocupação com a impossibilidade de interceptar os mísseis hipersônicos. Em particular, isso foi apontado durante as audições do Senado pelo chefe do Comando Estratégico do Departamento de Defesa dos EUA, general John E. Hyten.

Além disso, na mídia apareceu uma informação sobre os problemas da defesa antimíssil norte-americana. Por exemplo, o diário The New York Times escreveu que em 2017 na Arábia Saudita os mísseis Patriot não conseguiram sequer interceptar o míssil balístico tático R-11 (Scud) elaborado nos meados do século 20.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas